Imagem de um bico de silicone para amamentação
Ultima atualização: 14 de junho de 2021

Como escolhemos

12Produtos analisados

15Horas investidas

4Estudos avaliados

52Comentários coletados

Amamentar pode ser bem dolorido para muitas mulheres. Os primeiros dias são difíceis e algumas delas sofrem até com fissuras que sangram. Para minimizar essas rachaduras e amamentar com menos dor, essas mães recorrem ao bico de silicone.

E é sobre ele que vamos conversar no artigo de hoje. Embora ele não seja recomendado, correndo o risco de causar o desmame, algumas mulheres também não conseguem seguir em frente sem ele. Saiba tudo sobre o protetor de seios para a amamentação, somente se informando é que você poderá tomar sua decisão.




Primeiro, o mais importante

  • O bico de silicone é uma proteção que envolve o mamilo durante a mamada. Assim, o bebê não abocanha diretamente sobre as rachaduras, trazendo um pouco mais de conforto para as mães.
  • Esse acessório não é recomendado como rotina, já que pode causar confusão de bicos e levar ao desmame. Ele é indicado como alternativa em últimos casos por uma consultora de amamentação.
  • O protetor de mamilos é diferente da concha de amamentação. Você vai entender as diferenças nesse artigo.
  • Nosso artigo não tem a intenção de apoiar ou condenar o bico de silicone, e sim trazer informações para que as mães possam decidir sobre seu uso.

Melhores bicos de silicone: nossas sugestões

Confira abaixo os melhores bicos de silicone segundo avaliação de quem usa. Dessa forma você pode comparar os diferentes modelos e decidir qual melhor para sua necessidade.

Guia de compra: tudo o que você precisa saber sobre bico de silicone

Infelizmente algumas mulheres sofrem muito com a amamentação. E embora não seja recomendado, o bico de silicone acaba sendo a única - e última - alternativa de seguir com o aleitamento materno.

É importante se informar sobre seus benefícios e malefícios, para assim poder julgar se é isso que você procura ou não. Siga conosco.

Imagem de uma mulher amamentando debaixo de uma árvore num parque

O bico de silicone pode ser a última alternativa de uma mulher seguir com o sonho do aleitamento materno. (Fonte: Dave Clubb / Unsplash.com)

Quando usar o protetor de seios?

Antes de começarmos a falar sobre o bico de silicone, vale ressaltar que o Ministério da Saúde não recomenda seu uso, sob risco de prejudicar a amamentação. Essa é a postura adotada por muitos profissionais da área, como pediatras e consultoras de amamentação.

Bico de silicone pode ser o último recurso para aliviar as dores que as rachaduras causam.

De qualquer forma, muitas mulheres podem ter o bico de silicone como último recurso para aliviar as dores que as rachaduras causam. Quando a mãe já tentou acertar a pega do bebê, entre outras indicações para amenizar o desconforto causado, esse é o momento de usar o protetor, desde que com os cuidados necessários.

Entre desistir de amamentar e usar o bico de silicone, muitas mulheres ficam com a segunda opção. Sendo assim, é nesse caso que o protetor pode ser introduzido.

O bico de silicone não é indicado para mulheres com bico plano ou invertido. A pega correta abocanha toda a aréola e não apenas o mamilo. Sendo assim, embora seja um pouco mais trabalhoso, o bebê pode conseguir mamar em toda variação de mamilo.

Quais os benefícios e malefícios do bico de silicone?

O bico de silicone não é visto como vilão a troco de nada. Ele tem sim alguns malefícios que precisam ser mencionados:

  • Por ser um bico artificial pode causar confusão de bico e levar ao desmame;
  • O bebê precisa sugar com mais força, isso pode prejudicar o ganho de peso;
  • Pode prejudicar a produção de leite, tendo em vista que ela acontece devido a sucção do bebê;
  • Se não for regularmente higienizado, bactérias podem contaminar o mamilo da mãe e a boquinha do bebê, levando a algumas doenças como mastite ou sapinho.

Por outro lado, existem relatos de mulheres que fazem uso e não enfrentam esses riscos.

Sobre o ponto positivo desse objeto, seu maior benefício é aliviar as dores causadas pelas rachaduras, que muitas vezes chegam a sangrar, permitindo que a mulher siga com o aleitamento materno. Dessa forma, o bebê continua recebendo todos os nutrientes do leite da mãe.

Você sabia?

Os fabricantes devem colocar a seguinte recomendação na embalagem:

“O Ministério da Saúde adverte: O uso de protetor de mamilo prejudica a amamentação”

Bico de silicone ou concha de amamentação: qual a diferença?

O bico de silicone é diferente da concha de amamentação. Enquanto esse protetor de silicone serve para criar uma camada fina entre a boca do bebê e o mamilo, a concha é indicada para evitar o vazamento de leite durante a mamada do bebê. Compare:

Bico de silicone Concha de amamentação
Finalidade Criar uma camada protetora para suavizar dores das rachaduras durante a mamada Evitar vazamento de leite durante a mamada
Características Feito de silicone fino e flexível para encaixar no mamilo reproduzindo o bico do seio Feito de plástico rígido, imitando uma concha que encaixa no peito para segurar o leite que vaza em um compartimento
Ministério da Saúde Não aprova Não aprova

Quais os cuidados necessários para usar o bico de silicone?

Antes de usar, higienize. Passá-lo na água morna também o torna mais maleável. Lembre-se de manipular o bico de silicone com as mãos limpas. Feito isso, siga esses passos:

  1. Umedeça a mama com leite materno. Faça o mesmo com a parte interna do bico de silicone. Assim ele vai fixar melhor no peito;
  2. Passe leite materno na ponta do bico para o bebê sentir o cheiro e vontade de abocanhar a mama;
  3. Encaixe o objeto no seio tomando o cuidado de deixar seu mamilo bem ao centro do bico do protetor;
  4. Certifique-se de grudar todo o protetor na sua mama para que ele não fique se movendo durante a mamada;
  5. Leve o bico de silicone perto da narina do bebê para ele sentir o cheiro e abrir a boquinha, nesse momento aponte o protetor para o céu da boca do bebê e deixe ele mamar.

Para deixar de usar o bico de silicone, experimente remover no meio da mamada, depois que o bebê estiver satisfeito. Com ele mais calmo e sem fome, é mais fácil ajustar a pega.

Bebê mamando enquanto segura mão da mãe

A amamentação exclusiva deve acontecer até que o bebê complete seis meses. (Fonte: Wendy Wei / Pexels.com)

Como higienizar o bico de silicone?

Para evitar um dos riscos mencionados, é preciso higienizar o bico de silicone regularmente. Para isso, recomendamos que você possua dois pares. O segredo é deixá-lo limpo sempre após o uso, assim, quando for amamentar já está pronto.

Primeiro, lave bem em água corrente para remover todo o excesso de leite materno. Depois você pode lavar com água morna e sabão neutro usando as mãos ou uma escova para mamadeira. Enxágue com água bem quente e deixe secar naturalmente em um escorredor só do bebê. Depois guarde nas capas protetoras que acompanham o produto.

Tenha sempre utensílios de limpeza separados para os itens do seu bebê, isso evita contaminação.

Semanalmente você pode colocar todos os utensílios de plástico do seu bebê de molho, inclusive o bico de silicone. Basta fazer uma solução com uma colher de sopa de água sanitária e uma colher de sopa de bicarbonato de sódio em dois litros de água quente. Deixe por uma hora e depois enxágue bem.

Critérios de compra: O que levar em conta ao comparar diferentes tipos de bico de silicone

Depois desse guia informativo você já tem o poder de decisão sobre usar ou não esse objeto. Ele não precisa fazer parte do seu item de enxoval, mas se você decidir que é o caminho para aliviar os desconfortos causados pela amamentação, observe os seguintes critérios:

Tamanho

O bico de silicone é vendido em diferentes tamanhos, que vão do pequeno ao grande. Tome o cuidado de escolher a medida certa, um protetor pequeno ou grande demais pode não ajudar em nada. Em caso de dúvida, consulte uma consultora de amamentação.

Formato

Existem diferentes formatos de bico de silicone no mercado. Redondo, meia lua e borboleta são alguns deles. A melhor opção sempre será aquela que oferece maior contato de pele entre mãe e bebê. Alguns modelos borboleta ganham nesse quesito.

Flexibilidade e espessura

Quanto mais fino e flexível for o bico de silicone melhor. Embora a ideia seja reproduzir uma camada protetora entre a pele da mãe e a boca do bebê, ela deve ser fininha. Se tiver oportunidade, toque em diferentes opções antes de escolher, ou aposte em marcas que deixam essa preocupação evidente.

Bebê mamando dentro de sling

Quanto mais fino o bico de silicone for, melhor vai ser para o bebê. (Fonte: RODNAE Productions / Pexels.com)

Livre de BPA

Nunca compre um bico de silicone que não possua essa especificação. Qualquer utensílio plástico do bebê precisa ser livre de BPA (bisfenol A). Essa substância química pode trazer problemas à saúde. Sempre compre produtos com selo BPA-free.

Resumo

O bico de silicone é um protetor de mamilos para suavizar as dores causadas na amamentação. Quando o bebê faz a pega errada e causa rachaduras no seio da mulher, o bico cria uma camada entre a boca do bebê e a pele da mãe.

Embora ele não seja recomendado, sabendo dos riscos, é a lactante quem sabe dos seus limites e deve decidir pelo objeto para seguir com a amamentação. Muitas vezes essa é a última alternativa para não desistir do aleitamento materno. Esperamos que esse guia tenha esclarecido suas dúvidas e te ajudado na sua decisão!

(Fonte da imagem destacada: Oleksandr Bespalyi / 123rf.com)

Por que você pode confiar em mim?

Resenhas