Ultima atualização: 23 de abril de 2020

Como escolhemos

9Produtos analisados

16Horas investidas

3Estudos avaliados

75Comentários coletados

Seja muito bem-vindo ao Guia de Bem Estar. No artigo de hoje vamos te ajudar a escolher um artigo muito popular entre os brasileiros, a bucha vegetal. Proveniente do fruto seco de uma trepadeira, a bucha vegetal é barata, durável e pode ter diversos usos, que vão desde higiene pessoal a cuidados estéticos e limpeza da casa.

Siga conosco nessa leitura e confira as melhores opções do produto, além das características para as quais você deve atentar para fazer a melhor escolha de bucha vegetal.

Primeiro, o mais importante

  • Existem diversas marcas que comercializam bucha vegetal, totalmente in natura ou com diferentes formatos e acessórios. Para escolher a ideal, baseie-se no uso pretendido e no perfil do usuário.
  • Finalidade, modelo, tamanho e marca são algumas das características a serem avaliadas no momento da compra.
  • Os preços variam de acordo com o modelo e marca escolhida, além de outros fatores como alças, cabos e demais acabamentos. É possível encontrar buchas simples por R$ 3. As mais elaboradas podem custar mais de R$ 15.

As melhores buchas vegetais: As ideais para cada situação

A bucha vegetal pode ter vários usos. É ideal para higienizar e esfoliar a pele, bem como lavar louças e limpar itens diversos. Para tanto, escolher um produto de qualidade é fundamental. Confira nossa seleção com alguns dos melhores modelos de bucha vegetal para cada ocasião:

Basiquinha para o banho

A bucha vegetal Marco Boni é ideal para a higienização do corpo. Reutilizável e durável, remove as células mortas da pele, deixando-a mais limpa. Não deve ser utilizada em regiões sensibilizadas, com machucados ou ferimentos. Após o uso, deve ser exposta a um lugar fresco para secar.

Com cabo, para esfregar áreas de difícil alcance

A esponja vegetal Orgânica Lava Costa tem cabo alongado em madeira de reflorestamento que alcança toda a extensão das costas. Ideal para um banho relaxante, é feita com fibras vegetais que estimulam a circulação sanguínea e removem as impurezas com uma esfoliação suave. A bucha é removível e tem forma de refil, podendo também ser utilizada em outras partes do corpo.

Para lavar louças sem riscar

A Bucha vegetal Positiva não risca panelas, talheres e inox em geral. Ideal para limpar louças e superfícies. Mais higiênica, detêm o crescimento de bactérias. Feita do fruto seco da trepadeira Luffa Cylindrica, não gera resíduo, pois é compostável. O tempo médio de uso é de 2 meses.

Guia de Compra

Muito popular no tempo dos nossos avós, a bucha vegetal volta à voga e segue crescendo em popularidade graças a sua versatilidade, eficiência e preço justo. Ideal para higiene pessoal, cuidados com a casa e procedimentos estéticos, a bucha vegetal é 100% natural, o que contribui para a redução de resíduos sintéticos despejados no meio ambiente.

Siga conosco nesta leitura para aprender tudo sobre esse acessório que poderá fazer toda a diferença na sua rotina de cuidados com a pele e com a casa.

Mulher usando luva de bucha vegetal em massagem.

Excelente esfoliante natural, a bucha vegetal é ideal para procedimentos estéticos. (Fonte: primagefactory / 123rf.com)

O que é e quais as vantagens da bucha vegetal?

A esponja ou bucha vegetal nada mais é que o miolo da fruta seca de uma planta trepadeira, a Luffa Cylindrica. A bucha vegetal é formada pelas fibras do fruto seco – desprezadas a casca e sementes.

A bucha vegetal é formada pelas fibras do fruto seco.

É usada principalmente como esponja de banho e de limpeza em geral. No entanto, ela pode ter diversos usos, até mesmo na confecção de palmilhas, chapéus, cestos, chinelos e correias de sandália.

Por ser de origem vegetal, a bucha é mais sustentável que as buchas e esponjas tradicionais, por ser biodegradável e poder ser reciclada em casa por meio da compostagem seca. A bucha vegetal também costuma ser mais barata que a sintética, e promove benefícios para a saúde e estética da pele. Também se destaca nos cuidados com louças e utensílios.

Vantagens
  • É compostável e biodegradável
  • Esfolia e remove células mortas naturalmente
  • Melhora oxigenação das células
  • Lava louças sem arranhar
  • Acessível e versátil
Desvantagens
  • Não indicada para peles sensibilizadas ou machucadas

Quais os usos para a bucha vegetal?

Quem acha que é só no banho que a bucha vegetal tem utilidade se engana. Confira algumas aplicações do produto:

  • Hidratação da pele seca: Movimentos firmes com a bucha estimulam as glândulas sebáceas responsáveis pela hidratação natural da pele;
  • Combate a celulite: Bucha ativa a circulação local, reduzindo a aparência da celulite;
  • Amamentação: Esfregar com a bucha os bicos das mamas a partir do terceiro trimestre da gestação ajuda a preparar a região e facilita a pega do bebê;
  • Máquina de lavar: Insira a bucha no filtro pega fiapos de sua máquina para roupas livres de pelos e linhas soltas;
  • Louça: A bucha vegetal limpa tão bem quanto a bucha sintética, e não risca o material;
  • Faxina: Substitua a esponja sintética e as palhas de aço para limpar sem arranhar azulejos, utensílios, móveis de vidro e madeira.
foco

Você sabia que a bucha vegetal é 100% natural e biodegradável? Ou seja, ela é extraída da própria natureza e ainda se decompõe mais rápido.

Como amaciar e hidratar a bucha vegetal?

Se você optar por buchas vegetais in natura, ou até mesmo as versões processadas, é possível que elas apresentem uma textura rígida demais. Essa textura também pode voltar caso o produto passe longos período sem uso.

Confira cinco passos para preparar sua bucha para o uso, amaciando-a ou hidratando-a:

Método para amaciar com água quente:

  1. Retire a casca e sementes, no caso da bucha in natura;
  2. Aqueça água suficiente para submergir por completo o produto;
  3. Deixe a bucha de molho na água quente por 30 minutos;
  4. Retire e escorra;
  5. Deixar secar e ela estará pronta para o uso.

Método para hidratar com condicionador e água:

  1. Selecione um pote que caiba a bucha inteira;
  2. Adicione 1 litro de água e 3 colheres de condicionador ou creme de hidratação capilar (pode ser aquele que seu cabelo não se adaptou, ou até o que passou do prazo de validade);
  3. Misture tudo e submerja por completo a bucha na mistura;
  4. Deixe de molho por 48h;
  5. Lave a bucha com água morna e ela estará pronta para usar.

Quanto tempo dura uma bucha vegetal?

Assim como as buchas sintéticas, as buchas vegetais precisam ser substituídas de tempos em tempos para evitar o desgaste excessivo e o acúmulo de microrganismos e bactérias.

O ideal é que com frequência de uso diário, a bucha de banho seja substituída a cada 3 semanas e a bucha de louça a cada 2 meses.

Existem alguns cuidados necessários para a manutenção da bucha durante o período de uso. São eles:

  • Enxaguar a bucha em água quente e limpa após cada uso;
  • Deixar que ela seque totalmente entre os usos para evitar proliferação de bactérias. Se puder deixá-la em local arejado ou ao sol, melhor ainda;
  • Higienizá-la uma vez por semana com água quente: vale fervê-la ou lavá-la na lava-louças.

Se mesmo antes das três semanas sua bucha apresentar coloração diferente, odor ou textura esquisita, descarte-a imediatamente. Essas características evidenciam a presença de uma cultura de bactérias grande.

Quanto custa e onde comprar bucha vegetal?

Você pode comprar uma bucha vegetal simples por menos de R$ 3. Marcas e tipos especiais podem custar mais de R$ 15.

Sendo um item básico de cuidado pessoal, a bucha vegetal é muito fácil de encontrar à venda em lojas de cosméticos, farmácias e drogarias, mercados e supermercados como Americanas, Extra, Walmart, dentre outras.

Também podem ser comprados em lojas de e-commerce como a Amazon e o Mercado livre, onde inclusive é possível encontrar maior variedade de marcas e modelos do produto.

Bucha vegetal em meio a produtos de higiene e ingredientes naturais.

Dando preferência à bucha vegetal você já estará contribuindo para a preservação do meio ambiente. (Fonte: silviarita / Pixabay.com)

Critérios de Compra: Fatores para comparar os tipos de bucha vegetal

Finalizando este Review, te daremos mais uma ajudinha para que você faça a escolha acertada de bucha vegetal para aposentar de vez as versões sintéticas que custam caro e poluem o meio ambiente.

Confira a lista das características para as quais você deve estar atento na hora de comparar os tipos e modelos deste produto:

  • Finalidade
  • Modelo
  • Tamanho
  • Marca

Para que não restem dúvidas, confira o detalhamento das características:

Finalidade

Embora a matéria prima da bucha vegetal seja sempre a mesma, o tratamento, acabamentos e formatos dados ao produto podem torná-lo mais ou menos adequado a determinados usos.

Por isso, antes de escolher a sua, leia atentamente o rótulo do produto para garantir que aquela versão é a mais adequada à finalidade pretendida.

Modelo

Como já mencionamos, a indústria não cansa de inovar nos modelos de bucha fabricados com bucha vegetal. Os mais comuns são:

  • In natura: No formato natural da bucha;
  • Esponja: Recortadas, são montadas no formato retangular de esponjas convencionais;
  • Com alça: Com fitas para pendurar e facilitar armazenagem;
  • Acabamentos em tecido: Esponja é recortada e montada com fundos e acabamentos de tecido com encaixe para as mãos, que facilita o manuseio;
  • Com cabo: Acoplada a hastes ou cabos para facilitar higienização das costas e outras áreas de difícil alcance;
  • Luva: Moldadas em formato de luva para encaixe das mãos que facilita uso e manuseio.
Bucha vegetal, escova de madeira, lixa para pés e outros artigos de higiene.

A bucha vegetal pode ser apresentada em diferentes formatos.
(Fonte: mama041 / pixabay.com)

Tamanho

Em sua versão in natura, facilmente encontrada em feiras e mercados populares, a bucha vegetal pode chegar a medir 45 centímetros de comprimento. Nesses casos, fica a critério do usuário cortar a bucha em tamanhos menores de acordo com suas necessidades.

No entanto, as versões industrializadas vêm em formatos diferentes, quadrados redondos ou retangulares, e cabe ao comprador definir o tamanho mais adequado a seus propósitos.

Marca

Só em dar preferência à bucha vegetal você já estará contribuindo para a preservação do meio ambiente, já que as sintéticas são feitas de petróleo e demoram até 150 anos para se decompor. Mas outros cuidados podem tornar seu consumo ainda mais consciente.

Dê preferência a marcas que trabalhem com consciência ambiental e que usem matéria prima de pequenos produtores rurais na cadeia de produção. Marcas que incentivam e até mesmo ensinam os métodos de compostagem e reciclagem também tem seu diferencial.

(Fonte da imagem destacada: serezniy / 123rf)

Por que você pode confiar em mim?

Paula Diniz Jornalista
Brasiliense, é redatora, social media e inventora de moda nas horas vagas. Apaixonada por projetos DIY de moda e artesanato, é leitora voraz, fã de séries, atividades ao ar livre e jogos de tabuleiro. Expert em compras online, não fica de fora dos lançamentos e tendências de decoração, cuidados estéticos e com a casa.