Ultima atualização: 23 de abril de 2020

Como escolhemos

8Produtos analisados

15Horas investidas

2Estudos avaliados

49Comentários coletados

Já faz um bom tempo que a sexualidade e as fantasias deixaram de ser um tabu. E, para apimentar ainda mais seu relacionamento, hoje o Guia de Bem Estar traz para você uma análise completa sobre o chicote de couro.

Adaptados dos chicotes tradicionais, essas versões são mais bem adaptadas para o uso em práticas como o BDSM (Bondage e Disciplina, Dominação e Submissão, Sadismo e Masoquismo), em diferentes níveis de intensidade. Para entender um pouco mais sobre eles, confira nosso artigo até o final.

Primeiro, o mais importante

  • Antes de usar qualquer tipo de brinquedo sexual ou embarcar em uma fantasia sexual, peça sempre o consentimento de seu parceiro (a) e converse abertamente sobre o assunto.
  • É possível encontrar chicotes de couro de diferentes formatos, tamanhos e níveis de rigidez para diferentes brincadeiras.
  • Apesar de um dos intuitos do chicote de couro seja causar dor, é sempre preciso tomar cuidado para evitar ferimentos mais sérios. Use-o sempre com responsabilidade.

Melhores chicotes de couro: Favoritos para apimentar seu relacionamento

Com a popularização de sexy shops, seja em lojas físicas ou virtuais, o acesso a artigos sexuais cresceu muito nos últimos anos. E, com tantas opções disponíveis, separamos algumas recomendações para você.

Um modelo perfeito para iniciantes

Para quem deseja ingressar no mundo da dominação ou submissão, esse chicote é uma ótima opção, já que conta com oito tiras de um couro mais macio, cada uma com 53 cm de comprimento. Na empunhadura, ele imita o padrão de escamas de cobra e recebe um acabamento em metal com uma corrente na extremidade.

A melhor opção para quem quer uma experiência Cinquenta Tons de Cinza

Inspirado no famoso filme erótico, esse chicote têm um cabo rígido com pedras que imitam diamante e deixam a pegada bem mais firme. Ele conta com várias fitas de couro medindo 23,5 cm e empunhadura de 15 cm, oferecendo maior liberdade aos movimentos.

O modelo para quem busca mais realismo

Produzido em materiais de altíssima qualidade, esse chicote de couro imita os tradicionais modelos equestres, oferecendo uma ótima flexibilidade sem quebrar. A empunhadura possui uma textura antiderrapante com uma correia adicional para garantir mais controle durante a utilização.

Guia de Compra

Existem vários tipos de chicotes de couro disponíveis no mercado, desde os mais realistas ou apenas aqueles que imitam o objeto, mas que fazem mais barulho do que provocam dor.

Para entender um pouco melhor sobre essas e outras diferenças entre os modelos, não deixe de conferir nosso Guia de Compras com dicas de segurança e utilização.

Imagem de homem de terno segurando um chicote de couro preto

Nas fantasias sexuais, o chicote é um objeto que indica poder e dominação. (Fonte: omsinghrajputray / Pixabay.com)

Como utilizar o chicote de couro com segurança?

Antes de embarcar em qualquer fantasia sexual, é muito importante conversar com seu parceiro(a).

Combine uma palavra-chave que possa ser utilizada para interromper a brincadeira.

Além disso, combine uma palavra-chave que possa ser utilizada para interromper a brincadeira imediatamente.
Com regras bem estabelecidas, você pode começar com modelos que possuam couro mais macio, aumentando a intensidade gradativamente, caso isso não cause um desconforto que quebre o clima.

Você também pode optar por diferentes modelos e, até encontrar qual mais agrada. E, caso perceba vergões ou ferimentos, o mais aconselhável é interromper a utilização.

foco

Você sabia que o estímulo causado pelo chicote aumenta a circulação na pele, deixando-a mais quente e sensível ao toque?

Quais as vantagens e desvantagens do chicote de couro?

Como todo brinquedo sexual, os chicotes têm suas vantagens. Ele é uma ótima opção para quem busca fantasias de dominação e submissão, por exemplo.

Existem modelos para todos os gostos e intensidades, ele pode ser utilizado por homens e mulheres e, na medida certa, é uma ótima forma de obter prazer.

No entanto, é preciso estar atento a algumas desvantagens. O couro precisa de manutenção e cuidados especiais. E, utilizado de forma incorreta, o chicote pode causar ferimentos mais sérios.

Vantagens
  • É uma ótima opção para quem busca fantasias de dominação e submissão
  • Existem modelos para todos os gostos e intensidades
  • Pode ser usado por homens e mulheres
  • Na medida certa, é uma ótima forma de obter prazer
Desvantagens
  • O couro precisa de manutenção e cuidados especiais
  • Ele pode causar ferimentos mais sérios

Quais os diferentes tipos de chicotes de couro?

Existem três categorias principais de chicotes de couro disponíveis no mercado. O rígido é o que mais imita os chicotes equestres, é perfeito para iniciantes, pois não causam muito desconforto. Ele também é bem acessível.

O chicote de tiras múltiplas atende bem tanto iniciantes quanto os mais experientes. As tiras podem ser mais macias ou mais rígidas e eles estão em uma faixa de preço intermediária.

Por fim, os chicotes de tira única são os que exigem maior domínio para o manuseio, já que são modelos mais realistas. Isso também influencia no preço, já que eles custam um pouco mais caro.

Chicote rígido Chicote de tiras múltiplas Chicote de tira única
Indicação de uso Perfeito para iniciantes Para iniciantes e pessoas mais experientes Exige maior domínio para o manuseio
Benefícios Ele não causa muito desconforto As tiras podem ser mais macias ou mais rígidas São os modelos mais realistas
Preço São os mais baratos do mercado Estão em uma faixa de preço intermediária Esses modelos custam um pouco mais caro

Quais os cuidados eu devo ter na manutenção do chicote de couro?

Assim como dildos e outros brinquedos sexuais, é essencial higienizar bem o produto antes e depois das atividades sexuais.

O chicote de couro pode ser limpo com um sabão neutro, com ajuda de uma esponja macia ou um pano úmido. Lembre-se sempre de secar bem para preservar melhor o produto.

Também é possível encontrar produtos específicos no mercado para a hidratação do couro e que você pode usar caso perceba que o material está ressecado.

logo

Como saber se meu parceiro (a) gostaria de brinquedos como o chicote?

É claro que sempre existem alguns sinais, como brincadeiras e insinuações durante uma conversa mais picante, ou quando uma cena mais quente aparece na TV.

Apesar disso, nada substitui uma boa conversa entre adultos. Então, seja honesto. Além disso, muitas fantasias vão surgir naturalmente, conforme vocês se tornam mais íntimos.

Você pode começar devagar, seja com uma lingerie sensual, um vibrador ou outros brinquedinhos sexuais. Algemas e mordaças também ajudam a completar o clima de dominação e submissão.

Para mais dicas sobre a prática do BDSM e como evoluir isso dentro de uma relação saudável, dê uma olhada no vídeo abaixo:

Critérios de Compra: Como comparar os modelos de chicote de couro

Quando se trata de brinquedos sexuais, as opções são vastas e isso não é diferente com os chicotes de couro. Então, é preciso estar de olho em alguns fatores para escolher o melhor modelo.

Uma vez que você tenha analisado com atenção cada um dos tópicos abaixo, um novo mundo de fantasias e prazeres vai se abrir diante de seus olhos.

Tamanho

É muito importante estar atento ao tamanho do chicote, pois isso ajuda a determinar fatores como o manuseio e a utilização do chicote.

Então, verifique se o tamanho do cabo vai ficar bem em sua mão, se ele possui uma correia que se encaixa bem em seu punho e se o comprimento das faixas ou o tamanho total se enquadram no que você deseja.

Chicotes menores são mais fáceis de controlar, mas exigem maior proximidade. Modelos maiores são mais difíceis de manusear, mas permitem uma maior distância entre você e seu parceiro (a).

 Imagem de casal utilizando algemas e chicote em meio a pétalas de rosas

Tente utilizar o chicote com outros brinquedos, com as algemas, para criar um clima ainda mais quente. (Fonte: lightfieldstudios/ 123RF.com)

Tipo de empunhadura

Assim como o tamanho, o tipo de empunhadura também deve ser levado em consideração. O melhor aqui é optar por modelos texturizados, já que eles permitem uma pegada mais firme.

Muitos chicotes possuem correias ou correntes em sua extremidade. Você pode prendê-las em sua mão ou no pulso para maior controle.

Acabamento

Um bom chicote não deve ser apenas funcional, mas bonito e sexy também. Por isso, é essencial que ele tenha um bom acabamento.

Hoje é possível encontrar couros foscos, brilhantes e até mesmo coloridos. Confira sempre se as costuras são de qualidade e o material é original ou sintético.

Imagem de chicote de couro, algemas vermelhas e sapato de salto alto

Um cabo com bom acabamento permite uma pegada mais firme e segura. (Fonte: Oleksandr Lypa / 123RF.com)

Segurança

Por últimos, e certamente um dos tópicos mais importantes, é a segurança. O chicote pode dar muito prazer, mas usado de forma incorreta, pode causar dores e ferimentos desnecessários.

Então, comece com modelos mais simples, como os de faixas múltiplas ou chicotes equestres rígidos.

Os chicotes de faixa única são muito mais difíceis de manusear e potencialmente mais perigosos, então tome cuidado e pratique antes de utilizá-lo.

(Fonte da imagem destacada: joshuatkd/ Pixabay.com)

Por que você pode confiar em mim?

Jaqueline Aguiar Esteticista
Cuidar das outras pessoas é o que Jaqueline mais ama fazer. E ela faz isso de duas maneiras: em sua clínica, através de procedimentos estéticos, e pela internet, aconselhando mulheres e homens sobre os melhores produtos do ramo. Com o tempo que sobra, ela também gosta de compartilhar conhecimento sobre seu outro hobby: o apimentado universo dos sex shops.