Na foto uma mulher medindo a sua cintura com uma fita métrica.
Ultima atualização: 14 de abril de 2021

Como escolhemos

16Produtos analisados

14Horas investidas

5Estudos avaliados

75Comentários coletados

A cinta modeladora é uma aliada para quem deseja afinar a cintura, esconder a barriguinha por baixo das roupas e até mesmo corrigir a postura durante o dia a dia.

No entanto, é comum que surjam muitas dúvidas no momento de escolher esse produto e, em meio a tantos modelos disponíveis, adquirir apenas um não é fácil. Mas nós estamos aqui para te ajudar e é sobre a cinta modeladora que vamos falar hoje.




Primeiro, o mais importante

  • A cinta modeladora pode esconder as gorduras e modelar as mais diversas partes do corpo, sendo que as mais comuns agem na região do abdômen.
  • O uso desse produto somente é indicado por, no máximo, oito horas por dia.
  • A cinta pode oferecer diferentes níveis de compressão, existindo as de compressão leve, média e alta.

Os melhores modelos de cinta modeladora: nossas recomendações

O que não faltam são opções de cinta modeladora disponíveis para compra e para que você não erre na escolha, mostramos abaixo quais são as melhores.

Guia de compra: tudo o que você precisa saber sobre as cintas modeladoras

A cinta modeladora traz uma série de benefícios para corpo, porém é preciso entender tudo sobre ela para fazer uma boa aquisição. Por isso, a seguir respondemos as perguntas mais comuns sobre esse produto.

Na mulher usando cinta modeladora.

Existem diversos modelos de cinta modeladora, inclusive as bermudas, que modelam cintura, bumbum e coxas. (Fonte: Chutima Chaochaiya / 123rf)

Quais são os diferentes modelos de cinta modeladora?

Toda cinta modeladora tem como função esconder as gorduras abdominais e modelar o corpo.

Mas, existem muitos modelos desse produto que são confeccionados para que se adaptem a diferentes biotipos e gostos. Vamos falar sobre cada um deles agora:

  • Cinta abdominal: Esse é o tipo de cinta modeladora mais comum e serve para disfarçar as gorduras abdominais e corrigir a postura. Ele conta com barbatanas na sua estrutura e apresenta fechamento por velcro, zíper ou colchetes.
  • Camisete: As cintas camisetes possuem o formato de uma camiseta regata e comprimem não somente a região abdominal, como também os seios e atuam na postura.
  • Body: Muito parecido com a cinta camisete, esse modelo tem como diferencial possuir um fecho na parte de baixo. Ele é capaz de comprimir região de seios, abdômen e costas.
  • Calcinha modeladora: Muito práticas, essas opções apresentam um cós mais alto que serve para esconder as gorduras abdominais e modelar o corpo.
  • Bermuda: As bermudas modeladoras são como shorts que possuem uma cintura mais alta. Assim, moldam costas, barriga, bumbum e coxas.
  • Macaquinho: O macaquinho é uma junção do body com a bermuda modeladora. Ele vai da região dos seios até as coxas e é o mais completo de todos, sendo uma boa escolha para uso com vestidos.
  • Masculina: Sim, também existem cintas modeladoras masculinas e esses modelos podem ser encontrados na versão faixa ou camisete.
Cinta abdominal Camisete Body Calcinha modeladora Bermuda Macaquinho Masculina
Áreas que modela Abdômen Abdômen, seios e costas Abdômen, seios e costas Abdômen Abdômen, bumbum e coxas Abdômen, seios, costas, bumbum e coxas Abdômen e costas
Vantagens Oferece alta compressão É confortável de usar Tem boa aderência no corpo É muito prática e boa para o dia a dia Esconde celulites Oferece uma modelagem completa Se adapta ao corpo masculino
Desvantagens Não é muito confortável Pode enrolar Atrapalha um pouco no banheiro Deve ser lavada a cada uso Não é ideal para roupas curtas Não é prático para o dia a dia Esquenta

Com que frequência a cinta modeladora pode ser utilizada?

A cinta modeladora pode ser utilizada todos os dias, porém o período máximo não deve ultrapassar um total de oito horas diárias. Inclusive, seus resultados já podem ser vistos com um uso de duas a quatro horas por dia.

Esse produto somente deve ser usado durante o dia.

Indica-se também que esse produto apenas seja usado durante o dia e ele não é somente recomendado para fins estéticos.

Na realidade as cintas também devem ser utilizadas após plásticas e procedimentos cirúrgicos em órgãos abdominais e coluna.

A cinta modeladora realmente afina a cintura?

A cinta modeladora pode gerar resultados muito satisfatórios no processo de afinar a cintura, no entanto isso não acontece de um dia para o outro.

Na realidade esse é um processo lento, no qual a cinta irá aos poucos moldar o tecido adiposo. Dessa forma, somente com um uso contínuo é possível alcançar os resultados desejados.

Porém, graças a sua função de modelar o corpo, o aspecto visual da região abdominal é alterado assim que o produto é colocado.

Na foto uma pessoa medindo a cintura de uma mulher com uma fita métrica.

A partir do uso contínuo da cinta modeladora é possível diminuir as medidas da cintura. (Fonte: Pavel Danilyuk/ Pexels)

Existe algum risco em usar uma cinta modeladora?

De um modo geral, a cinta modeladora não é um produto perigoso, mas deve ser utilizada com cautela.

O ideal é que não sejam ultrapassadas as oito horas diárias de uso e que ela não fique muito apertada, pois nesses casos pode aumentar a pressão arterial, prejudicar a respiração e levar a refluxos.

Além disso, durante a noite, no período de sono, também não é recomendado o uso desse item. Outras contraindicações são:

  • Pessoas com pressão alta
  • Pessoas que possuem doenças de pulmão
  • Obesos mórbidos
  • Alérgicos ao material da cinta

Critérios de compra: Como comparar os modelos de cinta modeladora

Para conseguir aproveitar de todos os benefícios da cinta modeladora é preciso escolher um modelo adequado. Pensando em te ajudar, reunimos abaixo o que deve ser analisado na hora de adquirir uma dessas.

Tamanho

Ao comprar uma cinta modeladora deve-se dar uma atenção especial ao tamanho desse produto, pois ele não deve ficar nem muito largo, nem muito apertado.

Dessa forma, para fazer a escolha correta é necessário avaliar o tamanho da sua cintura e levar em consideração também a numeração que se utiliza de lingerie.

Com isso, é comum que esse produto seja comercializado em tamanhos que começam no P e vão até o XXG, sendo que as medidas médias para cada um deles são:

  • Tamanho P: Cinturas de 60 a 68 centímetros
  • Tamanho M: Cinturas de 69 a 73 centímetros
  • Tamanho G: Cinturas de 74 a 82 centímetros
  • Tamanho GG: Cinturas de 83 a 93 centímetros
  • Tamanho XG: Cinturas de 94 a 101 centímetros
  • Tamanho XXG: Cinturas de 102 a 109 centímetros

Material

O material no qual a cinta modeladora é confeccionada faz toda a diferença no conforto desse produto.

Dentre as matérias-primas mais utilizadas na sua confecção, as mais comuns são poliéster, acetato, poliamida, nylon e cetinete.

Pensando em respirabilidade, as melhores opções são o nylon e o cetinete, que apresentam também boa resistência.

Algumas cintas são feitas com algodão ou possuem forro de algodão. Essas têm como grande vantagem o seu conforto, inclusive é por isso que esse tecido é muito utilizado na confecção de roupas e pijamas.

Porém, os modelos de algodão podem deixar a região mais quente, o que é bom para a queima de gordura, mas ruim por causa da transpiração.

Na foto uma mulher de costas segurando flores.

É comum que as calcinhas modeladoras sejam produzidas em algodão para maior conforto. (Fonte: Inciclo/ Unplash)

Nível de compressão

As cintas modeladoras são produzidas para oferecer diferentes níveis de compressão, existindo modelos de compressão leve, média e alta.

Qual escolher depende muito do que você busca com esse produto. Quem possui mais gordura abdominal e quer escondê-la pode investir nas versões de média a alta compressão.

No entanto, quem deseja apenas uma modelagem sutil do corpo pode adquirir as cintas mais leves.

Fecho

Principalmente os modelos de cinta modeladora abdominal podem ter variados tipos de fecho, existindo os de colchetes, velcro e zíper.

Os colchetes são os mais demorados para fechar.

Os colchetes são os mais demorados para fechar, porém são discretos e se tiverem ajustes permitem a utilização da cinta mesmo depois das medidas da cintura diminuírem.

O velcro é bastante prático e também pode ser ajustado. Assim, mesmo se houver emagrecimento será possível usar a mesma cinta. Todavia, esse é um fecho mais grosseiro que pode marcar na roupa.

Já o zíper conta com uma alta praticidade e facilidade de uso, mas não é ajustável, então caso a cinta fique larga será preciso adquirir outra.

Resumo

A cinta modeladora é o produto ideal para quem deseja esconder as gorduras, modelar o corpo e até mesmo diminuir a cintura. Porém, para conseguir tudo isso é preciso escolher o modelo certo.

Para isso basta checar todas as informações presentes no nosso guia de compra e conferir quais são os critérios mais importantes a serem analisados no momento de adquirir esse produto.

Seguindo as nossas dicas você conseguirá levar para a casa a cinta modeladora ideal. Esperamos que tenha gostado desse conteúdo!

(Fonte da imagem destacada: Dmytro Flisak / 123rf)

Por que você pode confiar em mim?

Resenhas