casal que consegue controlar o estresse e está sorridente sentado no sofá.
Ultima atualização: 29 de abril de 2021

Cuidar da casa com o bebê chorando no colo, enfrentar o trânsito e o mercado de trabalho não estava nos planos do ser humano no início das civilizações. Mas lá também havia desafios a encarar. E desde então vivemos em uma busca para descobrir como controlar o estresse.

Se você chegou aqui procurando respostas para este problema, está no lugar certo. Neste artigo, vamos falar sobre os fatores que podem desencadear o estresse e mostrar como é possível equilibrar a rotina e os sentimentos com dicas para ficar livre do nervosismo.




Primeiro, o mais importante

  • O estresse é uma reação natural do organismo como defesa nas situações em que o corpo se sente ameaçado.
  • Algumas dicas de como controlar o estresse são simples de colocar em prática e podem fazer muito bem para a saúde.
  • Encontrar aliados como a prática de exercícios e a aromaterapia é uma forma eficaz de controlar o estresse.

Informações essenciais para saber como controlar o estresse

Ficar estressado é normal em alguns momentos da vida. Na realidade, trata-se de uma resposta fisiológica e comportamental a situações que fazem o corpo se sentir em perigo. Diante de ameaças, o organismo desencadeia reações que produzem o estado de alerta e nos livram de riscos fatais.

mulher debruçada na mesa de trabalho em uma crise de estresse

O estresse é uma reação natural do organismo como defesa nas situações em que o corpo se sente ameaçado.
Fonte: energepic.com/ Pexels

Os principais sinais de estresse

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), o estresse é uma epidemia global, atingindo quase 90% da população mundial (1). No dia a dia, é possível detectar alguns sinais que indicam essa condição:

Sintomas emocionais Sintomas físicos
Preocupação excessiva
Alterações de humor
Dificuldade de concentração
Perda de memória
Agitação
Angústia e tristeza
Pensamentos pessimistas
Insônia
Falta de ar, taquicardia
Dor de estômago
Dor de cabeça
Tensão muscular

Os fatores que elevam o estresse

O estresse tem origem fisiológica, como um mecanismo de defesa quando o corpo se sente em risco. A condição é desencadeada pela liberação de hormônios como epinefrina e norepinefrina, prolactina e cortisol  (2).

No entanto, existem outras situações que também conduzem ao estado de alerta, fazendo com que a descarga hormonal ocorra e coloque todo o corpo em estresse:

  • Exposição a riscos: profissionais como policiais, médicos, jornalistas e motoristas, entre outros;
  • Excesso de informação: tentar “dar conta” de todas as informações que chegam por todos os lados e sobre os mais variados temas;
  • Quebra da rotina: situações que levem a mudança brusca da rotina, (morte de pessoas próximas, desemprego ou término de relacionamento);
  • Problemas familiares: questões que interferem no bom andamento da rotina doméstica;
  • Sobrecarga de trabalho: pressão por desempenhar todas as tarefas, sempre lutando contra o tempo.

Como controlar o estresse?

Existem formas de driblar o organismo e enfrentar as situações do dia a dia sem a descarga hormonal que desencadeia as reações do estresse. Que tal seguir essas cinco dicas para controlar o estresse?

Identifique os gatilhos

Observe suas atividades ao longo do dia e procure perceber o que, no decorrer de cada período, fez com que sentisse angústia, medo ou apreensão. Uma boa forma de perceber esses fatores é com meditação e técnicas de relaxamento.

Tenha momentos de "olhar para dentro", perceber o que incomoda e como neutralizar este efeito na sua rotina. Uma dica é utilizar aromas tranquilizantes como o óleo essencial de limão ou de lavanda.

Pratique atividades físicas

Procure não ficar parado! Se você não quer — ou não pode — frequentar uma academia, aproveite para praticar esportes ao ar livre. Prepare a bicicleta, saia para uma caminhada ou brinque de pular corda no quintal.

O exercício físico promove alterações fisiológicas, como o aumento da endorfina e dopamina, que melhoram a condição emocional e psicológica (3). Então, pense nas atividades que você mais gosta e comece hoje mesmo!

Mantenha contatos sociais

É comum, quando se está em um quadro de muito estresse e ansiedade, não ter vontade de fazer quase nada. Mas manter o contato com amigos e familiares é muito positivo, mesmo que seja virtualmente.

Aproveite o tempo livre para conversar, ouvir novas histórias e se desligar um pouco dos problemas. Se puder, aproveite para comprar uma máscara de hidratação e fazer uma tarde de beleza com sua melhor amiga.

amigas fazendo um piquenique livres de sinais do estresse

Algumas dicas de como controlar o estresse são simples de colocar em prática e podem fazer muito bem para a saúde.
(Fonte: Elly Fairytale/ Pexels)

Procure terapias de apoio

Sempre vale a pena buscar ajuda profissional caso os sintomas do estresse estejam atrapalhando a sua qualidade de vida. Em casa, a aromaterapia com óleos essenciais ou sais de banho é sempre uma boa alternativa.

Além dela, você pode ter outra grande aliada: a fitoterapia. As plantas e ervas tem poder medicinal e muitas ajudam a controlar o estresse. É o caso do cardamomo. que vai do chá à mesa de jantar, em pratos deliciosos.

Resumo

Todas as tarefas do dia acabam tomando um tempo precioso do nosso dia a dia. Com o passar do tempo, o organismo se coloca em posição de defesa, causando as crises de estresse.

Preparamos este artigo para mostrar como controlar o estresse, manter a qualidade de vida e a tranquilidade emocional. Falamos sobre os fatores físicos e também os sintomas emocionais que o estresse traz à rotina.

Esperamos que este material tenha sido importante para você. Siga nossas dicas e depois nos conte se elas foram úteis no seu dia a dia. É sempre bom ouvir sua opinião!

(Fonte da imagem destacada: Antonio Guillem/ 123rf.com)

Referências (3)

1. Estresse. Universidade Federal de Minas Gerais. Acessado em abril de 2021.
Fonte

2. Estresse: revisão sobre seus efeitos no sistema imunológico. Ana Carolina Pagliarone e José Maurício Sforcin. Universidade Estadual de Londrina, 2009. Acessado em abril de 2021.
Fonte

3. O exercício físico e os aspectos psicobiológicos. Marco Túlio de Mello, Rita Aurélia Boscolo, Andrea Maculano Esteves e Sergio Tufik. Revista Brasileira de Medicina Esportiva. 2005. Acessado em abril de 2021.
Fonte

Por que você pode confiar em mim?

Artigo Informativo
Estresse. Universidade Federal de Minas Gerais. Acessado em abril de 2021.
Ir para a fonte
Revisão sistemática
Estresse: revisão sobre seus efeitos no sistema imunológico. Ana Carolina Pagliarone e José Maurício Sforcin. Universidade Estadual de Londrina, 2009. Acessado em abril de 2021.
Ir para a fonte
Revisão bibliográfica
O exercício físico e os aspectos psicobiológicos. Marco Túlio de Mello, Rita Aurélia Boscolo, Andrea Maculano Esteves e Sergio Tufik. Revista Brasileira de Medicina Esportiva. 2005. Acessado em abril de 2021.
Ir para a fonte
Resenhas