homem mostrando como pular corda com mar ao fundo
Ultima atualização: 9 de abril de 2021

Todo mundo concorda sobre a importância de se manter em movimento para ter mais saúde e bem estar. No entanto, nem todos gostam de praticar exercícios. O que pouca gente se lembra é que atividades divertidas, como pular corda, também são uma ótima prática esportiva.

Neste artigo, vamos falar sobre este exercício, suas vantagens e mostrar como você pode se preparar para executar os movimentos corretamente e pular corda sem riscos de lesão, aproveitando só os benefícios dessa atividade. Acompanhe!




Primeiro, o mais importante

  • Pular corda é um exercício muito completo e divertido. Com algum treino, você já será capaz de realizar movimentos mais elaborados e incrementar sua atividade física.
  • Se você não sabe como pular corda corretamente, basta seguir alguns passos básicos para manter a sincronia. Vamos tratar sobre isso em detalhes logo mais.
  • Antes de saber como pular corda, é importante levar em consideração alguns cuidados para evitar o excesso de impacto durante o treino.

Dicas essenciais para aprender como pular corda

Aquela brincadeira divertida da infância pode ser sua aliada para emagrecer, melhorar o condicionamento físico e fortalecer a musculatura. Se faz tanto tempo que você não brinca mais e nem se lembra como pular corda, fique tranquilo. Vamos explicar tudo a partir de agora.

Pular corda é uma atividade simples e divertida que acelera a queima calórica e ajuda no condicionamento físico

Pular corda é uma atividade simples e divertida que acelera a queima calórica e ajuda no condicionamento físico. (Fonte: georgerudy/ 123rf.com)

Quais as vantagens de pular corda?

Pular corda é um exercício aeróbico. Isso significa que ajuda a acelerar a queima calórica e melhorar a condição cardiorrespiratória. Ele é tão simples que fica difícil acreditar na quantidade de benefícios que proporciona. Por isso, decidimos listar alguns deles:

Vantagens
  • Emagrece
  • Trabalha a musculatura dos glúteos e pernas
  • Melhora o condicionamento físico
  • Melhora a coordenação motora
  • Queima cerca de 15 calorias por minuto
Desvantagens
  • Gera alto impacto nos joelhos
  • Pode aumentar a pressão arterial em pessoas hipertensas
  • Exige grande esforço físico

Qual a frequência ideal para este exercício?

Praticar cerca de 30 minutos por dia desta atividade pode levar à queima de 450 calorias diárias. Assim, para quem deseja emagrecer, o ideal é manter a frequência de meia hora, cinco dias por semana.

O ideal é que, conforme avança com os treinos, você também intensifique o esforço, alternando os exercícios para torná-los mais eficientes. Mais adiante, vamos falar sobre as variações possíveis ao pular corda.

Além disso, com o passar do tempo, você pode iniciar outras atividades como pedalada e corrida, já que estará com melhor condicionamento físico.

Renata CastroCardiologista especialista em medicina esportiva
"A corda exige que você trabalhe o corpo todo. Apesar de ser menos intensa para os membros superiores, os inferiores, como pernas e panturrilhas, são acionados o tempo todo".

Quais os cuidados antes de começar a pular corda?

Pular corda é um exercício divertido, literalmente uma brincadeira de criança. Mas, por ser uma atividade de alto impacto para as articulações, é preciso estar atento a alguns cuidados antes do treino:

  • Escolha a corda certa: para encontrar o tamanho ideal, segure a corda com as mãos, pise no centro dela com os dois pés juntos e estique. A manopla da corda precisa alcançar a altura do seu peito;
  • Roupa e calçado: não abra mão de um bom tênis, com amortecimento de qualidade. Além disso, procure usar roupas leves e confortáveis;
  • Local: procure um local arejado, aberto ou com teto alto para não enroscar a corda. Se o piso for cerâmico ou concreto, use um tapete para reduzir o impacto.

homem se preparando para pular corda

O tamanho da corda é importante para realizar os movimentos com a amplitude correta. (Fonte: Anna Shvets/ Pixabay.com)

Escolha a corda ideal para você

Preparamos uma seleção com os modelos mais vendidos e bem avaliados do mercado. Pode conferir!

[/kb_faq]

Como pular corda com os movimentos corretos?

Se você nunca pulou corda, não se acanhe. Nunca é tarde para aprender! Na verdade, podemos dizer que este é um exercício quase instintivo: enquanto gira a corda com as mãos, você dá pequenos pulos para permitir que ela continue o movimento.

Pareceu complicado? Não tem problema! Preparamos este passo a passo para te ajudar:

Passo 1 - Crie o ritmo

Sem a corda, treine o ritmo dos saltos. Para isso, dê pequenos pulos procurando manter sempre o mesmo ritmo. O ideal é usar somente a ponta dos pés, sem tocar o calcanhar no chão ao voltar de cada salto.
Depois de mais ou menos um minuto, faça um pequeno intervalo (de 30 segundos a 1 minuto) e siga para o passo 2.

Passo 2 - Sincronize os movimentos

Repita o passo 1 mas, desta vez, a cada novo salto, você deve bater as mãos nos quadris, quase como em um polichinelo. Essa cadência será importante pois representa o momento em que a corda toca o chão — e será preciso estar no ar —.

Pratique por cerca de um minuto ou quanto tempo for necessário para entrar em sincronia de movimentos. Pronto? Agora vamos para o passo 3.

Passo 3 - Pule

Agora que você já afinou a coordenação motora, está pronto para começar de verdade. Pegue a corda escolhida e junte os movimentos que você treinou nos passos 1 e 2.
Nos primeiros treinos, faça cinco repetições de um minuto com intervalos de 30 segundos.

Como pular corda variando os exercícios?

Depois de algum tempo de treino, você pode querer incrementar os exercícios para aumentar a intensidade e, consequentemente, os resultados desta atividade. Pensando nisso, separamos três variações que podem deixar a “brincadeira” ainda mellhor:

  1. Com pernas alternadas: apenas um pé toca o chão a cada giro da corda;
  2. Com um pé: pule de 5 a 10 vezes com um pé só, deixando o outro suspenso;
  3. Com elevação: pule a corda alternando as pernas e erguendo os joelhos até a altura do quadril, como se estivesse correndo.

Conclusão

Quem diria que aquela brincadeira da infância poderia ser um exercício de alta queima calórica, capaz de substituir até mesmo a natação?

Neste artigo, mostramos como pular corda corretamente e os benefícios desta atividade para a sua saúde. Deixamos dicas de como se preparar para essa prática e como incrementar o treino para ter melhores resultados.

Se gostou deste artigo, compartilhe com aquele amigo que vai topar o desafio de pular corda com você. Até a próxima!

(Fonte da imagem destacada: Maxim Lupascu/ 123rf.com)

Por que você pode confiar em mim?

Resenhas