Mulher passando produto no rosto sorrindo e com os olhos fechados
Ultima atualização: 14 de maio de 2021

No campo estético, o efeito rebote é um mecanismo de defesa do nosso organismo, para restaurar aquela região específica do corpo. Muito comum na pele, também é normal de acontecer no cabelo, emagrecimento e com o abuso de remédios. Quer entender melhor como funciona o efeito rebote?

Basta seguir lendo esse guia até o fim. Nele respondemos as principais dúvidas sobre o efeito rebote em diferentes situações.




Primeiro, o mais importante

  • O efeito rebote é, na verdade, um mecanismo de defesa do nosso organismo. Ele quer restaurar aquela região específica do corpo em que, sem saber, estamos agredindo.
  • Na pele, o efeito rebote acontece quando lavamos demais o rosto tentando remover a oleosidade. O que acontece é que o organismo acaba reagindo produzindo ainda mais proteção.
  • No emagrecimento, o efeito rebote é acabar engordando tudo que perdeu, ou mais.

Entenda tudo sobre o efeito rebote em diferentes situações

Quer aprender a evitar o efeito rebote? Nesse artigo selecionamos situações mais comuns e como você pode evitá-lo. Para entender tudo sobre essa resposta de defesa do organismo, continue conosco até o fim.

Imagem de uma mulher de costas mexendo nos cabelos

O efeito rebote também pode acontecer nos fios, quando exageramos no uso de tratamentos e cosméticos. (Fonte: Tim Mossholder/ Unsplash.com)

Significado de efeito rebote

Efeito rebote é um termo que pode ser usado para descrever uma resposta do organismo a ações que estão prejudicando o corpo de alguma forma.

Pode ser usado tanto na estética - com a pele e o cabelo - quanto no campo da saúde - devido ao exagero de remédios.

O efeito rebote é um mecanismo de defesa do organismo.

Ele pode surgir por conta do excesso de procedimentos ou ainda porque a pessoa interrompe um tratamento antes do tempo.

Sabe quando você lava o rosto demais tentando remover a oleosidade e o que acaba acontecendo é a pele ficar cada vez mais oleosa? Esse é um perfeito exemplo de efeito rebote, quando o corpo produz mais proteção para repor toda a oleosidade removida.

Efeito rebote na prática

Além da pele, o efeito rebote também pode acontecer nos cabelos, quando exageramos nos tratamentos. Outra situação bastante comum desse efeito é no emagrecimento, ou ainda quando o paciente usa muitos medicamentos. Confira diferentes situações do efeito rebote:

Situação Como acontece
Pele Por remover a oleosidade e causar um ressecamento na pele, o organismo se defende produzindo mais manto hidrolipídico para proteger o rosto, deixando a pele ainda mais oleosa
Cabelo Nos fios, o efeito rebote pode ser causado por excesso de lavagem, uso de produtos de limpeza profunda com muita frequência ou ainda hidratar demais o cabelo
Emagrecimento Aqui, efeito rebote é quando a pessoa ganha todo o peso perdido de volta. Quando isso acontece mais vezes, é chamado de efeito sanfona. É geralmente causado por conta de dietas muito restritivas e desequilibradas, ou ainda por uso excessivo de medicamentos para essa finalidade
Dores de cabeça O termo é cefaleia rebote. Acontece quando você toma um medicamento para melhorar a dor de cabeça e quanto o efeito passa ela volta com tudo. É normalmente causada pelo excesso de medicamentos
Uso de anabolizantes Para quem usa anabolizantes exageradamente e sem acompanhamento profissional o efeito rebote pode acontecer quando a pessoa para de usar. A produção de estrógeno - hormônio contido pelo anabolizante - aumenta, revertendo todos os ganhos, como o aumento dos músculos

Como evitar e reverter o efeito rebote?

Existe uma diferença entre evitar e reverter o efeito rebote. O primeiro, é tomar cuidado para que ele não aconteça. Já o segundo, é depois de ter acontecido, buscar meios de resolver o problema.

Seja no campo estético ou farmacêutico, a melhor forma de evitar o efeito rebote é contando com profissionais especializados.

No cuidado da pele, se você tiver um dermatologista que prescreva o tratamento adequado e o melhor sabonete para seu tipo de pele, dificilmente terá problemas com os produtos usados.

Isso é importante porque tudo deve ser usado na medida a fim de conseguir um equilíbrio. Um adstringente mais forte, exige outros produtos mais fracos. Para controle da oleosidade, por exemplo, é preciso tomar o cuidado de não desidratar e irritar a cútis.

Vemos o mesmo com pessoas que sofrem de dores de cabeça. O efeito rebote é causado pelo automedicamento. Quando um especialista acompanha e trata as dores, o efeito rebote é evitado.

Ou seja, qualquer excesso pode causar esse efeito indesejado e é o profissional da área a pessoa indicada para evitá-lo, seja qual for o campo. É ele quem também terá as informações certas para reverter o efeito rebote.

Imagem de uma mulher medindo o quadril com uma fita métrica

Para evitar o efeito rebote no emagrecimento, o acompanhamento com um nutricionista é essencial. (Fonte: Huha Inc./ Unsplash.com)

Quanto tempo dura o efeito rebote?

Na estética, geralmente é possível iniciar o tratamento para reverter o efeito rebote assim que ele seja identificado, sendo necessário aguardar apenas o tempo de ação dos produtos usados.

Já no campo farmacêutico, como se trata de remédios, o efeito rebote após a descontinuação de medicamentos pode durar dias ou semanas. Um estudo (1) realizado por Marcus Zulian Teixeira, médico homeopata, para a Universidade de São Paulo (USP) apontou que o tempo do efeito rebote para o AAS (aspirina), por exemplo, é de 10 dias. Já os anti-inflamatórios dura cerca de 14 dias.

Marcus Zulian TeixeiraMédico homeopata - trecho do estudo
"Em vista da magnitude do fenômeno, essas reações paradoxais podem causar eventos adversos graves ou fatais. Apesar de se manifestar em uma minoria de indivíduos, assume importância epidemiológica quando consideramos o enorme consumo de medicamentos pela população."

Resumo

Efeito rebote é uma defesa natural do organismo a ações que possam estar agredindo o corpo de alguma forma. É bastante comum na pele, quando a oleosidade que protege a cútis é removida em excesso.

Mas o efeito rebote pode acontecer com o cabelo, no emagrecimento, dores de cabeça, entre outras situações. A melhor forma de evitá-lo é contando com profissional especializado naquilo que você deseja tratar.

(Fonte da imagem destacada: Park Street/ Unsplash.com)

Referências (1)

1. Artigo científico de Marcus Zulian Teixeira, médico homeopata, para a USP, sobre o efeito rebote causado pelo excesso de medicamentos.
Fonte

Por que você pode confiar em mim?

Efeito rebote dos fármacos modernos: evento adverso grave desconhecido pelos profissionais da saúde*
Artigo científico de Marcus Zulian Teixeira, médico homeopata, para a USP, sobre o efeito rebote causado pelo excesso de medicamentos.
Ir para a fonte
Resenhas