Ultima atualização: 23 de abril de 2020

Como escolhemos

20Produtos analisados

19Horas investidas

6Estudos avaliados

83Comentários coletados

Seja bem-vindo ao ReviewBox Brasil! No texto de hoje vamos falar sobre um artigo super importante para o desenvolvimento da criançada: os jogos educativos!

Além de promover diversão, esses jogos auxiliam muito no desenvolvimento psicológico, intelectual e motor. Eles são grandes aliados no processo de crescimento e devem fazer parte da rotina do seu filho.

Aqui, você irá encontrar todas as informações necessárias referente aos jogos educativos, e vai entender melhor a importância de estimular o seu pequeno a escolher esse brinquedo.

Primeiro, o mais importante

  • Os jogos educativos são uma excelente forma de desenvolver diversos aspecto da vida de uma criança, como a capacidade de escolha, o trabalho em equipe, a coordenação motora e o raciocínio lógico.
  • Alguns jogos possuem conteúdo específico de matemática, línguas e até ciências. Esses são ótimos aliados para serem usados também dentro das salas de aula, como um material extra.
  • Os preços desses brinquedos variam bastante, e a boa notícia é que sempre haverá uma escolha que cabe no seu bolso.

Os melhores jogos educativos: Nossas escolhas

A principal vantagem é que existem inúmeras possibilidades de jogos educativos. Eles podem ser de tabuleiro, encaixe, quebra cabeça, dominós e tantos outros.

Se você ainda não conhece bons jogos educativos para dar a uma criança, nós podemos te ajudar. Montamos um Ranking com opções que valem seu investimento e são uma boa escolha de presente:

Para quem gosta de jogos de tabuleiro

O Quest Junior é um dos melhores jogos voltados para o público infantil na faixa dos 10 anos. Ele é constituído por 2000 perguntas de assuntos variados que irão despertar a curiosidade da criançada.

As perguntas estão divididas em três níveis de dificuldade: fácil, médio e difícil, e cada jogador deve responder 10 questões corretamente para ser o vencedor. A vantagem desse jogo é que ele estimula a competitividade na dose certa, e mesmo quando a criança erra, ela ganha a oportunidade de aprender qual a resposta certa!

Uma opção de quebra-cabeça

É importante que crianças com menos de 5 anos brinquem de quebra cabeça para estimular o raciocínio lógico e a capacidade motora. Este jogo tem uma proposta bem legal de quebra cabeça com imagens de meios de transporte. É feito em MDF, conta com 16 peças e não é recomendado para pequenos com menos de 3 anos.

Opção 2 em 1 com dois jogos clássicos

Os clássicos dama e ludo se encontram juntos nessa versão 2 em 1. Ambos os jogos são indicados para crianças acima de 10 anos, e estimulam, principalmente, a estratégia, o raciocínio e a paciência. O interessante deste jogo é que de cada lado da caixa está um tabuleiro, confeccionado em madeira. Todas as pecinhas já estão inclusas e a diversão é garantida.

Guia de Compra

Ensinar é sempre um desafio, mas ensinar crianças é um desafio maior ainda. Usar do lúdico no processo de aprendizagem é uma ótima maneira de prender atenção e interesse dos pequenos. Aí que entram os jogos educativos.

Pensando nisso, criamos um Guia para te explicar tudo o que esses jogos podem acrescentar nesse processo. Acompanhe conosco!

Mãe e filho brincando de ludo no chão.

Jogos educativos são não só divertidos, mas também ajudam no desenvolvimento infantil. (Fonte: Oksana Kuzmina/ 123RF)

O que são os jogos educativos?

Se você tem um pequeno na sua vida, sabe que eles demandam muitos cuidados, e, principalmente, educação. Ensinar tarefas a uma criança pode se tornar bem complicado, afinal, tudo é muito novo para eles.

Algumas crianças nem sempre são muito receptivas a aprender coisas novas e as mamães e os papais de primeira viagem podem se sentir um pouco perdidos.

O melhor aliado nesse processo pode estar dentro de uma caixa de brinquedo! Isso mesmo, existem jogos educativos que despertam a atenção da molecada para novos aprendizados.

Além de promover diversão, esses jogos estimulam o raciocínio lógico, a coordenação motora, a paciência, o espírito de equipe e a competitividade equilibrada.

Foto de um jogo de montar palavras, com algumas palavras em inglês, como “school” e “learn”.

Os jogos educativos são formas de ensinar a crianca através do lúdico. (Fonte: Pixabay / Pexels)

Quais as vantagens e desvantagens dos jogos educativos?

A grande vantagem é a variedade de jogos educativos existentes que auxiliam os papais e mamães na missão de ensinar os pequenos.

Alguns jogos são voltados para ciências, línguas ou matemática, ensinam conteúdo de verdade, como fazer contas, novas palavras e nomes de animais.

A vantagem disso tudo é que acaba despertando nos pequenos a curiosidade de conhecer coisas novas, e de desenvolver partes antes desconhecidas do seu cérebro.

É através de atividades lúdicas que as crianças são fomentadas a respeitar as regras, interagir com o outro e desenvolver a capacidade de decisão.

Mãe e filha segurando peças de jogo.

Os jogos educativos são importantes para o desenvolvimento da criança. (Fonte: Vadim Guzhva / 123RF)

Quando os pequenos estão envolvidos em um jogo, eles estão depositando toda sua energia ali, e por isso é importante que os familiares estimulem o contato com brincadeiras educativas.

Atualmente, existem uma infinidade de jogos que podem ser uma boa opção de compra, como os de tabuleiro, ou aqueles de montar peças.

Outra vantagem é que existem possibilidades dentro de todas as faixas de preço, e dificilmente você deixará de comprar um produto como esse por causa do valor.

Nós, aqui da ReviewBox Brasil, gostamos bastante de montar planilhas com as vantagens e desvantagens de um produto, para te ajudar a entender melhor como ele funciona.

Nesse caso, os jogos educativos só possuem pontos positivos, porém, listamos algumas questões que devem ser observadas:

Vantagens
  • Estimula o raciocínio lógico e estratégia
  • Estimula poder de decisão e criatividade
  • Ensina significado das regras
  • Ensina o trabalho em grupo
  • Desenvolve coordenação motora e paciência
  • Promove diversão
  • Preços acessíveis
Desvantagens
  • Alguns precisam ser jogados com mais de um jogador
  • A maioria possui média de idade recomendada

Quais são os diferentes tipos de jogos educativos?

Se você for nas lojas de brinquedos irá notar que existe uma enorme variedade de brinquedos educativos que podem agradar seu filho. Desde os clássicos tabuleiros, até dominós e jogos de encaixar peças.

O que você deve observar é o conteúdo do jogo, e quão educativo ele é. Observe a faixa de idade, e se aquele jogo será complexo ou simples demais para o seu filho.

É importante escolher um jogo adequado para a idade da criança.

Por exemplo, uma criança de três anos ainda não está preparada para jogos de perguntas, assim como crianças com mais de 10 anos não devem se interessar por jogos de comando de voz.

A variedade é bem grande: tabuleiros, dominós, quebra-cabeças, brinquedos de encaixe e muitos outros. Todos eles possuem suas vantagens.

Os tabuleiros são os mais clássicos, mas normalmente são indicados para crianças com ao menos 5 anos. Não só pelo conteúdo, mas também porque ele pode conter pinos e dados pequenos, que crianças menores podem acabar engolindo.

Os dominós também são indicados para crianças um pouco maiores, com maior capacidade de raciocínio. Eles têm a vantagem de serem práticos de transportar e possuir bom custo.

Já os brinquedos de encaixe e quebra-cabeças educativos, são perfeitos paras os mais pequenos.

Os quebra-cabeças não oferecem nenhum risco, e estimulam a criatividade e a capacidade de juntar as pecinhas de forma correta. Os brinquedos de encaixe, no estilo lego, são perfeitos para treinar a coordenação motora. Porém, é importante que você opte por peças maiores.

O que você deve observar é o conteúdo do brinquedo, e se seu pequeno irá aproveitá-lo e fazer bom uso.

Tabuleiro Quebra cabeça Encaixe Dominó
Dificuldade Média ou alta Baixa Baixa Média ou alta
Risco Para crianças muito pequenas, alto Inexistente Para crianças muito pequenas, alto Inexistente
Preço Depende, existem tabuleiros de todos os valores Em sua maioria, baixo Depende, existem jogos de encaixe de todos os valores Baixo
Tamanho Grande Pode ser grande ou pequeno Pode ser grande ou pequeno Pequeno

Quanto custam os jogos educativos?

Como estamos tratando de um assunto que existem uma variedade enorme de opções, é muito difícil te apontarmos uma média de valor. O custo irá depender de quão elaborado o jogo é, e claro, da marca.

Porém, a notícia boa é que existem brinquedos para todos os gostos! Desde os mais baratos, na faixa dos R$ 30, até os mais caros, que ultrapassam os R$ 200.

Banco imobiliário com peões coloridos e notas de dinheiro falso em cima.

Existem vários tipos de jogos de educativos, sendo que os mais comuns são os de tabuleiro. (Fonte: Nietjuh / Pixabay)

Onde comprar os jogos educativos?

Os brinquedos e jogos educativos estão entre os mais vendidos no mercado, e por isso você não terá dificuldades em encontrá-los.

O local onde a variedade é maior são as próprias lojas de brinquedo, as quais podemos te indicar a Ri Happy e a PB Kids. Em lojas de departamento como as Americanas, o Carrefour, o Extra e Walmart também existem boas opções disponíveis.

Mas, se o seu negócio é compra online, você pode optar pela Amazon, pelo Buscapé, Submarino e até mesmo pelo Mercado Livre. A grande vantagem de comprar online é encontrar maior variedade e também as melhores ofertas.

Critérios de Compra: Fatores para comparar e qualificar os diferentes jogos educativos

Apesar dos jogos educativos serem brinquedos sem muito segredo e bem simples, montamos uma lista com alguns critérios que você deve levar em conta na hora da sua compra:

  • Idade recomendada
  • Segurança
  • Qualidade
  • Tamanho da caixa

Agora, entenda o que deve ser observado em cada um desses pontos.

Idade recomendada

Na caixa da maioria dos brinquedos existe uma recomendação de idade, e é legal que você fique atento a ela na hora de presentear o seu pequeno.

Como já dissemos, alguns brinquedos podem ser simples ou complexos demais para uma criança, e a função da recomendação é justamente avisar aos pais a qual faixa etária aquele jogo é indicado.

Respeite essa indicação, caso contrário a criança pode não se interessar, ou até mesmo apresentar dificuldades e desistir dos jogos.

Família sentada no chão jogando.

Verifique a idade indicada no brinquedo. (Fonte: Iakov Filimonov / 123RF)

Segurança

Se o seu filho ainda é bem pequeno, tome cuidado com jogos que possuem peças menores! Crianças tem o hábito de colocar essas pecinhas na boca, e em uma situação dessas, podem acabar engolindo ou engasgando.

O ideal é que você não compre brinquedos com peças pequenas até que seu filho já esteja grande o suficiente para não colocá-las na boca.

Qualidade

Como qualquer outro produto, é muito importante que você preste atenção na qualidade do produto que está comprando.

Alguns jogos possuem tabuleiros com materiais muito frágeis, que podem acabar rasgando, ou peças com desenhos que saem na maior facilidade.

Quando o brinquedo estraga, a criança fica impossibilitada de brincar e você precisará adquirir outro semelhante.

Se estiver em um bom momento financeiro, dê prioridade àqueles que você sabe que possuem boa qualidade, para não acabar caindo no famoso “barato que sai caro”.

Peças com letras e números e criança brincando.

Escolha um brinquedo de qualidade para que a criança possa brincar por muito tempo. (Fonte: Nadezhda Prokudina / 123RF)

Tamanho da caixa

Todo mundo sabe que ter criança em casa é bagunça em dobro, né? Parte disso acontece devido à grande quantidade de brinquedos espalhados pelos cômodos e por isso devemos ser mais conscientes em nossas compras.

Em primeiro lugar, opte por um jogo educativo que seu filho realmente irá brincar e aprender, caso você sinta que não é muito a cara dele, melhor escolher outro.

E em segundo lugar, observe o quão grande o jogo escolhido é, e se você terá lugar para armazená-lo. Algumas caixas são bem grandes, e isso pode se tornar um problema principalmente se você morar em um apartamento pequeno.

Caso você sinta que seu filho cresceu e não brinca mais com os brinquedos antigos, doe-os! Além de liberar espaço para novos jogos educativos, você estará ajudando quem ainda não teve a oportunidade de se divertir com aquele artigo.

(Fonte da imagem destacada: Pixabay / Pexels)

Por que você pode confiar em mim?

Professora do Ensino Fundamental nas redes pública e particular, Natália tem experiência de sobra para saber o que faz as crianças felizes e o que lhes incomoda. Além dos pequenos, ela também é apaixonada pelas palavras. Na internet, une as duas paixões e escreve sobre o curioso universo dos pequenos.