Mão de mulher dando mamadeira para o bebê
Ultima atualização: 1 de julho de 2021

Como escolhemos

20Produtos analisados

16Horas investidas

4Estudos avaliados

77Comentários coletados

A mamadeira está na lista de enxoval de quase todas as mamães. Mesmo com a intenção de amamentar exclusivamente, é bom contar com uma mamadeira anticólica reserva no armário. Esse tipo de mamadeira reduz as dores, já que evitam a sucção de ar.

Preparamos esse guia para te ajudar na escolha da melhor mamadeira anticólica. Vamos juntas?




Primeiro, o mais importante

  • A mamadeira anticólica evita a sucção de ar, reduzindo as dores causadas pelas cólicas.
  • Ela pode ser usada para oferecer leite materno ou mesmo complementar com fórmula.
  • A mamadeira anticólica pode ter diferentes formatos, tamanhos e bicos. Vamos ajudá-la a comparar nos Critérios de Compra.

Melhores mamadeiras anticólica: nossas recomendações

Selecionamos os melhores colchões do mercado e reunimos abaixo para você encontrar o modelo ideal para o berço do seu bebê:

Guia de compra: tudo o que você precisa saber sobre mamadeira anticólica

Não há dúvida, se for optar por uma mamadeira, que seja anticólica. Esse tipo de mamadeira reduz a ingestão de ar e evita a incidência de cólicas na criança. Quer descobrir todas as suas vantagens? Basta seguir conosco até o fim desse guia!

Bebê tomando mamadeira com a ajuda da mãe

Existem muitas opções de mamadeira anticólica, para bebês de todos os tamanhos. Fonte: Keira Burton / Pexels.com

O que torna uma mamadeira anticólica?

Assim como o peito, a mamadeira anticólica evita que o bebê engula ar enquanto suga o leite. Quando o bebê precisa usar mamadeira por alguma razão, essa é a opção mais recomendada.

A mamadeira anticólica possui um sistema específico que evita a entrada de ar pelo bico de silicone enquanto o bebê mama. Ainda, o bico da mamadeira foi desenvolvido para estar sempre cheio de leite, não havendo espaço para a permanência de ar.

Outra característica é que o ar existente dentro da mamadeira fica no fundo da garrafa, evitando que o bebê engula esse ar.

Atenção: O Ministério da Saúde adverte que a criança que mama no peito não necessita de mamadeira, bico ou chupeta, podendo prejudicar o aleitamento materno.

Quais os diferentes tipos de mamadeira anticólica?

A mamadeira anticólica pode ser de dois tipos diferentes: através de uma válvula com o próprio bico de silicone ou ainda por conta de uma válvula interna, que possui uma mangueirinha em seu interior.

Embora a mamadeira com válvula de bico seja mais comum, é o modelo de mangueirinha que proporciona ainda mais eficácia na não ingestão do ar. Compare os dois modelos:

Válvula de bico Válvula interna
Característica Sistema anticólica está no próprio bico de silicone Sistema anticólica está em uma mangueira interna
Eficácia Evita ingestão de ar parcialmente Evita ingestão de ar completamente, já que a mangueira empurra o ar para o fundo da garrafa
Vantagens Mais acessíveis e fáceis de encontrar A mangueira é removível para quando não houver mais necessidade

Quais as vantagens de usar uma mamadeira anticólica?

Como já mencionamos, a maior vantagem está no seu objetivo principal: a redução das temidas cólicas no bebê. Mas existem outros benefícios que tornam a mamadeira anticólica a opção mais viável.

Esse tipo de mamadeira ajuda a manter os nutrientes do alimento, já que evita que o leite entre em contato com ar. Ainda, seu formato facilita que o bebê possa mamar em seu próprio ritmo, podendo sugar seguidamente sem necessidade de pausar por vácuo na mamadeira, como acontece nas tradicionais.

A redução de ar no seu interior, também reduz a quantidade de gases, isso oferece sonecas mais longas e um bebê mais feliz e satisfeito.
Além do mais, pode ser usada por todas as idades desde o nascimento, basta escolher o bico certo.

Vantagens
  • Menos cólicas para o bebê
  • Mais conforto durante a mamada
  • Para todas as idades, desde o nascimento
Desvantagens
  • Mais caras que as convencionais

Mamadeira anticólica x mamadeira convencional: qual a melhor?

A mamadeira anticólica é, na verdade, uma evolução da mamadeira convencional. Sendo assim, é a versão melhorada e mais indicada para os bebês. A maior diferença está no sistema de ventilação que reduz a entrada e ingestão de ar, que consequentemente é a sua maior vantagem, como vimos.

A mamadeira anticólica funciona mesmo?

Sim, ela reduz a incidência de cólica causada pela ingestão de ar durante a mamada. Porém, esse não é o único motivo dessas dores nos bebês. Nesse sentido é importante ressaltar que a cólica não vai desaparecer, e sim diminuir.

As cólicas são parte do desenvolvimento da flora intestinal do bebê, podendo acontecer naturalmente. Ainda, crianças que tomam fórmula tendem a sentir mais dores, por adaptação ao leite artificial.

Menina recém-nascida chorando

A cólica faz parte do desenvolvimento da flora intestinal do bebê. Fonte: Laura Garcia / Pexels.com

Critérios de compra: O que levar em conta ao comparar diferentes tipos de mamadeira anticólica

Talvez você ainda esteja na dúvida sobre qual modelo escolher. Por isso, selecionamos os principais critérios de comparação para que você saiba achar o modelo de mamadeira anticólica certo para o seu bebê. Veja:

Bico

Hoje em dia fica difícil classificar os tipos de bico existentes, devido a grande variedade de marcas que possuem modelos de mamadeira anticólica. Eles podem ter diversos formatos e alguns bebês podem preferir determinados modelos.

Os bicos possuem classificações indicativas por idade. Respeite a recomendação do fabricante.

Alguns tentam imitar o mamilo materno e outros se parecem com chupetas ortodônticas. Não existe um bico melhor, nesse caso é preciso testar qual deles o seu bebê se adapta. Apenas recomendamos que você se atente a maciez, flexibilidade e ausência de Bisfenol A (BPA).

De qualquer modo, prestar atenção no tamanho é fundamental. Isso porque os bicos possuem classificações indicativas por idade. Respeite a recomendação do fabricante. Também verifique se a marca escolhida permite a troca de bico apenas, e se os bicos são encontrados com facilidade, podendo reaproveitar a mamadeira.

Por fim, também existem diferenças no fluxo de leite, podendo ter mais de um furo e dando mais vazão para saída do alimento.

Capacidade

A mamadeira anticólica pode ter 100 a mais de 300 ml. Esse critério é importante de acordo com o quanto de leite que o bebê toma a cada mamada. Conforme a criança cresce, é natural que vá precisando de mamadeiras cada vez maiores.

Para um recém-nascido, por exemplo, uma mamadeira muito grande pode atrapalhar a mamada. O ideal é ir trocando ao longo dos meses ou investir em um kit que possua mamadeiras com diferentes capacidades.

Bebê mamando em mamadeira no colo de mãe

Bebês recém-nascidos precisam de mamadeira com pouca capacidade. Fonte: Helena Lopes / Unsplash.com

Formato

O formato tem mais relação com a preferência dos pais, mas temos algumas observações importantes de serem feitas que podem facilitar o dia a dia.

Preste atenção no gargalo da mamadeira. Modelos muito estreitos dificultam a lavagem, nesse sentido as garrafas mais largas ganham ponto positivo.

Ainda, o ideal é que ela tenha um formato que facilite que o bebê possa segurá-la com o passar dos meses. Uma boa dica são as mamadeiras com alça removível, que acompanham a evolução da criança. Ela também não pode ser nem muito robusta, nem muito pesada.

Diferenciais

O que aquele modelo oferece que nenhuma outra marca pode oferecer? Essa é uma pergunta muito interessante para desempate em caso de dúvida. A MAM, por exemplo, tem um sistema exclusivo de limpeza. Ela possui opções autoesterelizáveis em apenas três minutos com a ajuda do micro-ondas.

Já a Nuby fabricou bicos com relevos que imitam o mamilo da mãe. As mulheres possuem glândulas chamadas Montogomery, elas lubrificam a aréolo protegendo o seio. Esse líquido também emite um cheiro que serve de comunicação entre a mãe e o bebê na mamada. Embora o bico de silicone não possa reproduzir tal feito, ele traz a sensação familiar do peito materno e ainda massageia a gengiva do bebê.

Kit de mamadeira

Por fim, compare as ofertas. Existem opções em kits que compensam bastante o investimento, já que cada unidade de mamadeira anticólica acaba saindo mais em conta do que se comprada individualmente.

Bebês que mamam apenas na mamadeira precisam de mais de uma garrafa. Nesse caso o kit é uma ótima alternativa.

Resumo

A mamadeira anticólica é a melhor opção para os bebês que precisam usar esse utensílio. Ela reduz a ingestão de ar, diminuindo as chances do bebê sofrer com dores por esse motivo. Existem diferentes marcas e modelos no mercado, especialmente no tamanho do bico que deve ser escolhido de acordo com a idade do bebê.

Agora compartilhe essas informações com uma mãe ou gestante que precise dessas informações para escolher a melhor mamadeira para o seu bebê.

(Fonte da imagem destacada: Lucy Wolski / Unsplash.com)

Por que você pode confiar em mim?

Resenhas