Imagem em close de uma menina sendo maquiada.
Ultima atualização: 14 de maio de 2021

Como escolhemos

9Produtos analisados

19Horas investidas

5Estudos avaliados

75Comentários coletados

As pequenas garotas tendem a copiar a mãe em várias fases da vida. Basta tirar o estojo de maquiagem da gaveta que logo a garota está ao redor, curiosa e atenta. Mas, e a maquiagem infantil, quando é permitido usar?

Se você tem essa e outras dúvidas sobre a maquiagem em crianças, seja bem-vinda. Nesse artigo vamos trazer todas as informações importantes sobre o assunto.




O mais importante

  • O ideal é aguardar até os 3 anos para permitir que a criança comece a usar maquiagem, devido a sensibilidade da pele.
  • A criança não deve usar a maquiagem da mãe. O mais indicado é passar apenas maquiagens infantis que tenham sido aprovadas pela Anvisa.
  • É preciso tomar cuidado para que a criança não se sinta bela apenas quando esteja maquiada.

Maquiagem infantil: nossa recomendação dos melhores produtos

Devido a sensibilidade da pele, a maquiagem infantil é recomendada apenas a partir dos três anos. Selecionamos opções aprovadas pela Anvisa:

Guia de compra: tudo o que você precisa saber sobre a maquiagem infantil

Se você tem uma garotinha curiosa pela sua maquiagem, saiba que ela precisa ter seus próprios cosméticos. A maquiagem de adulto não é indicada para a pele sensível das crianças.

Pensando nisso, fizemos esse guia completo para tirar todas as suas dúvidas a respeito desse tema. Siga lendo para sua menina se maquiar com segurança.

Imagem de uma menina maquiando a outra.

Crianças precisam de maquiagens infantis, pois essas são elaboradas para esse tipo de pele mais sensível. (Fonte: lightfieldstudios/ 123rf.com)

Como que idade a menina pode começar a usar maquiagem infantil?

A recomendação da Sociedade Brasileira de Dermatologia é que as crianças comecem os primeiros contatos com a maquiagem infantil após os três anos de idade.

A maquiagem infantil é liberada após os 3 anos.

Até essa faixa etária a pele é muito fina e sensível, podendo causar reações alérgicas, mesmo no caso de maquiagens hipoalergênicas.

De qualquer forma, mesmo liberado após essa idade, a maquiagem infantil deve ser usada com moderação, não devendo ser parte da rotina da criança.

O uso precoce de produtos cosméticos como maquiagem e esmaltes aumenta a chance de desenvolver dermatite de contato. Isso acontece porque os componentes sensibilizam a pele e as chances de reações alérgicas se elevam.

“Minha filha pode usar minha maquiagem?”

A resposta é bem clara. Não! Nem por brincadeira.

Produtos cosméticos de adultos não podem ser usados por crianças. Eles possuem componentes químicos não indicados para a pele infantil, podendo causar alergias graves.

A pele da criança é muito fina e sensível. Portanto, sua filha deve ter a própria maleta de maquiagem. Ainda, a maquiagem precisa ter selo da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Quais as recomendações da Anvisa em relação à maquiagem infantil?

A maneira mais segura de garantir uma boa maquiagem infantil para sua filha é verificando se a mesma possui o selo de aprovação da Anvisa. Isso porque esse é o órgão que determina regras e fiscaliza se os produtos cosméticos para essa idade são adequados.

Para a maquiagem infantil ser liberada pela Anvisa, ela precisa:

  • Ter baixo poder de fixação, isso quer dizer que ela precisa sair facilmente com água, dispensando o uso de demaquilante;
  • Os batons devem colorir os lábios suavemente e, temporariamente;
  • Os cosméticos podem ter aromas ou sabor, mas dentro da quantidade segura em caso de ingestão;
  • Passar por testes de segurança, toxicidade, compatibilidade cutânea, ausência de potencial alergênico e testes de fotoirritação;
  • E por fim, o número de registro na Anvisa deve estar no rótulo.

Paleta de sombras com tons claros aberta e pincéis em frente

A maquiagem infantil precisa ter o selo da Anvisa para ser segura. (Fonte: freestocks/ Unsplash.com)

Quais os riscos do uso de maquiagem infantil?

Mesmo sendo hipoalergênicas e passando por testes rigorosos, ainda há riscos de haver reações alérgicas devido ao uso desses cosméticos.

Maquiagem e esmalte são os produtos cosméticos mais causadores de reações na pele. O esmalte, inclusive, pode dar alergia no rosto e na área dos olhos.

Mas os riscos não ficam apenas no aspecto físico. Há uma preocupação em relação à dependência que a garota pode construir com a maquiagem desde cedo, acreditando que apenas usando os produtos pode ser bela.

Cabe às mães enaltecer a beleza das filhas especialmente quando estão sem maquiagem, em qualquer idade.

Sendo assim, mesmo que esteja liberado aos três anos, quanto mais tarde a maquiagem for apresentada (ou descoberta) melhor.

Atenção: A alergia pode não ser imediata, mas a exposição precoce a essas substâncias pode sensibilizar a pele, podendo causar alergia a muitos produtos ao longo da vida.

Como encontrar um equilíbrio?

O ideal é que a criança não seja apresentada para a maquiagem. Ela vai, naturalmente, descobrir os produtos, seja em casa vendo a mãe usar, ou na escola por conta das amigas.

Enquanto alguns pais são categóricos em proibir o uso, afirmando ser coisa de adulto, outros não veem problema em permitir o uso da maquiagem infantil. Somente você pode decidir sobre restringir o uso ou não.

Como vimos, é preciso cautela, especialmente em relação a idade. Mas caso você decida permitir que sua garota passe maquiagem infantil, considere os seguintes pontos:

  1. Não faça disso uma rotina. Deixe a maquiagem para eventos ou datas comemorativas;
  2. Seja firme em dizer não para os excessos. Pode ser que sua filha queira usar todo dia e todos os itens ao mesmo tempo, lembre-se dos riscos da exposição precoce;
  3. Elogie a beleza natural da sua filha, enaltecendo quando ela está sem maquiagem, assim ela cresce valorizando sua própria beleza;
  4. Converse com a menina. Explique para que serve a maquiagem e porque as crianças devem evitar os excessos.

Critérios de compra: O que levar em conta ao comparar diferentes tipos de maquiagem infantil

Agora que você já sabe os pontos principais sobre a maquiagem infantil, queremos finalizar esse guia completo trazendo algumas dicas essenciais para você escolher produtos com segurança.

Anvisa

Primeiro, procure pelo registro da Anvisa. Essa é a forma de reduzir os riscos que qualquer maquiagem infantil pode causar. Por passar por rigorosos testes, especialmente para menores de 12 anos, as marcas registradas pela agência de vigilância são mais indicadas.

Tipo de maquiagem

Você pode escolher batom, blush, sombra e até pó compacto. Qual item de maquiagem infantil você deseja comprar? Se sua filha completou três anos e já tem interesse nos seus produtos, você pode começar pelo batom ou brilho labial e ir aumentando os itens e montando a necessaire dela aos poucos.

Mão de criança usando um tablet visto de cima

Os jogos e o tema precisam acompanhar a idade da criança. Cuidado para não frustrar seu filho com um tablet infantil demais. (Fonte: Robo Wunderkind/ Unsplash.com)

Transferência de cor

Uma boa maquiagem infantil é aquela que tem baixa transferência de cor, diferente dos produtos destinados aos adultos. Ou seja, quanto menos cor ela deixar nos lábios, olhos ou bochechas da garota, melhor.

Esse critério é importante tanto para facilidade de remoção quanto para não carregar demais o visual da criança.

Personagens

As meninas amam personagens e as maquiagens infantis de boas marcas possuem licença para comercializar cosméticos dos grandes personagens. Com certeza a criança vai ficar muito feliz quando ver que o batom que ganhou é da Barbie, Frozen, Moana ou Princesinha Sofia.

Beauty Brinq e View são marcas aprovadas pela Anvisa que possuem licenças de diversos personagens.

Resumo

A maquiagem infantil pode ser usada a partir dos três anos. Mas atenção, crianças não devem usar maquiagens de adultos, nem por uma vez. A exposição precoce pode trazer problemas para a pele e causar alergias.

Ainda assim, é possível permitir o uso com segurança e moderação. Para isso, certifique-se de escolher uma marca registrada pela Anvisa, órgão que fiscaliza o cumprimento das regras de segurança que esses cosméticos precisam ter.

Esperamos que esse guia tenha te ajudado a decidir a maquiagem infantil ideal para sua filha, sobrinha ou ainda filha da amiga que adora.

(Fonte da imagem destacada: Sharon McCutcheon/ Unsplash.com)

Por que você pode confiar em mim?

Resenhas