Médico segurando DIU nas mãos
Ultima atualização: 5 de maio de 2021

Como escolhemos

8Produtos analisados

37Horas investidas

7Estudos avaliados

90Comentários coletados

Dispositivo intrauterino, essa é a sigla para o tão falado DIU. Se você quer aprender mais sobre esse método contraceptivo, está no local certo. Preparamos esse artigo com as principais informações para esclarecer de uma vez por todas o que é o DIU.

Fique com a gente para aprender como funciona, entender a diferença do DIU de cobre e mirena e também como colocar esse dispositivo!




Primeiro, o mais importante

  • O DIU é um método contraceptivo que deve ser introduzido na cavidade do útero. A eficácia é de 99%.
  • Existem dois tipos de DIU: de cobre e hormonal, também conhecido como Mirena.
  • O único profissional habilitado para colocar o DIU é um médico ginecologista.

Tire todas as suas dúvidas sobre o DIU

Muitas mulheres não se adaptam com o uso de pílula anticoncepcional e buscam outros métodos de prevenção. O DIU é uma solução prática, segura e para longa data. O procedimento é rápido e reversível.

Quer aprender mais sobre como funciona o DIU? Aqui você vai tirar todas as suas dúvidas!

Imagem mostra médica sentada escrevendo em relatório.

O médico ginecologista é o profissional habilitado para colocar o DIU. (Fonte: Pavel Danilyuk /Pexels.com)

O que é o DIU e para que serve?

DIU é a sigla usada para Dispositivo Intrauterino. Trata-se de um método contraceptivo que dispensa o uso de pílula ou qualquer controle externo.

Isso porque basta um procedimento para introduzir uma haste na cavidade do útero e pronto, a mulher está protegida, prevenindo uma possível gravidez.

A eficácia do DIU é de 99%, com baixíssima chance de haver falhas.

Vantagens
  • Alta eficácia
  • Sem risco de esquecimento
  • Prático no dia a dia
  • Dispensa controle externo, como dia e horário para tomar pílula
  • Longa duração
  • Reversível
Desvantagens
  • Médio a alta investimento
  • Algumas mulheres podem sentir desconforto nos primeiros meses

É importante ressaltar que o DIU serve como método contraceptivo, mas não substitui o uso da camisinha, que protege contra doenças sexualmente transmissíveis.

Como funciona o DIU?

O DIU, fisicamente, é uma haste que pode ter formato de Y ou T. Essa haste é inserida na cavidade do útero e uma vez que está corretamente colocado, fica liberando substâncias que não dão chances de sobrevivência ao espermatozoide e também impossibilitam a fecundação dele no óvulo, impedindo uma gravidez.

A substância liberada vai depender do tipo de DIU escolhido, podendo ser cobre, prata ou hormonal.

Qual a diferença entre o DIU de cobre e o hormonal?

Existem três tipos de DIU: cobre, prata e hormonal, também chamado de Mirena. Os mais comuns e usados são o de cobre e hormonal. Compare as principais características deles:

DIU de Cobre DIU de Mirena
Como funciona? Haste flexível revestida de cobra, libera pequenas doses do metal no útero, impedindo a sobrevivência do espermatozóide e sua fecundação Haste flexível com o hormônio progesterona, liberando essa substância que é absorvida pela corrente sanguínea, causando mudanças que impossibilitam uma gravidez
Risco de engravidar 0,7% 0,2%
Vantagem Mais barato e mais duradouro Reduz fluxo menstrual e ajuda na endometriose
Tempo de duração Até 10 anos Até 5 anos

Já o DIU de prata, libera esse metal no útero, impedindo também as chances de uma gravidez. Ele é uma versão melhorada do DIU de cobre, já que reduz o fluxo e as cólicas. Sua eficácia também é maior.

Quem usa DIU menstrua?

Depende. A verdade é que você não vai aposentar os absorventes ou o coletor menstrual de vez. Mas, o DIU de Mirena, hormonal, pode sim reduzir o fluxo ou mesmo interromper os sangramentos menstruais. Isso acontece por conta da progesterona liberada pelo DIU.

Já os modelos de cobre e prata não interrompem o ciclo menstrual, podendo até mesmo aumentar o fluxo e as cólicas. Essas alterações vão depender de cada organismo.

Imagem de um absorvente com um coração vermelho e uma flor ao lado

O DIU de Mirena pode reduzir ou acabar com os sangramentos. (Fonte: Sora Shimazaki/ Pexels.com)

Existe alguma contraindicação para colocar o DIU?

De modo geral, são poucas contraindicações para colocar o DIU. Obviamente, mulheres grávidas ou que estejam com suspeita não podem fazer uso do DIU, já que há risco de aborto.

DIU de cobre não deve ser usado por mulheres que tenham alergia a esse metal.

Se a mulher tem sofrido de infecção ginecológica, primeiro deve tratar para depois poder colocar a haste. E quem tem um útero anatomicamente diferente não pode usar o método.

De forma mais específica, o DIU de cobre não deve ser usado por mulheres que tenham alergia a esse metal. E o hormonal não pode ser colocado em mulheres que sofreram com câncer de mama até 5 anos antes ou que tenham qualquer doença hepática.

Como se coloca o DIU?

Apenas o médico ginecologista é habilitado para fazer a colocação do DIU de forma segura. O procedimento é bem simples, feito no consultório e dura cerca de 20 minutos.

Apesar de poder ser colocado em qualquer período, o mais recomendado é que seja durante o período menstrual porque o útero fica mais dilatado.

É normal sentir um pouco de desconforto na hora de colocar e também nos primeiros dias, até acostumar com a haste.

Dica: Alguns médicos solicitam ultrassom pélvico transvaginal para ter 100% de certeza que o DIU está colocado corretamente e vai funcionar com eficácia.

O SUS oferece DIU?

Sim. As mulheres podem solicitar o uso do DIU de Cobre para o médico ginecologista da Unidade Básica de Saúde do seu bairro. O Sistema Único de Saúde (SUS) disponibiliza esse método gratuitamente.

Por outro lado, você pode ficar na fila de espera para colocar o DIU. Planos de saúde também costumam cobrir a colocada desse método.

Resumo

O DIU é um método contraceptivo que oferece mais segurança e praticidade no dia a dia. Ele pode ser de cobre ou hormonal e tem longa duração, podendo durar até 10 anos em alguns casos.

É um método com 99% de eficácia, simples e reversível. Ou seja, quando a mulher retirar já está apta para tentar engravidar. Agora conte para nós, já tomou sua decisão? É importante conversar com seu médico de confiança e verificar qual o DIU mais indicado para seu caso!

(Fonte da imagem destacada: Jean-Paul / 123rf.com)

Por que você pode confiar em mim?

Resenhas