Mulher aplicando óleo no braço
Ultima atualização: 22 de julho de 2021

Como escolhemos

8Produtos analisados

9Horas investidas

6Estudos avaliados

56Comentários coletados

Que a lavanda é boa para dormir todo mundo já sabe. Mas você sabia que ela faz bem para a pele e o cabelo? Hoje vamos falar sobre todos os benefícios de usar óleo de lavanda, e claro, mostrar os melhores produtos do mercado.

Vem com a gente aprender mais sobre esse óleo essencial. Você não vai resistir ao aroma delicioso da lavanda, ainda mais quando descobrir todas as propriedades medicinais dessa planta.




Primeiro, o mais importante

  • Por ser tão versátil, o óleo de lavanda é um dos mais usados no universo de óleos essenciais. Ele pode ser aplicado até mesmo em bebês, desde que com as proporções certas e os devidos cuidados.
  • A lavanda é anti-inflamatória e antisséptica. Dessa forma, ela também atua no campo físico. O óleo de lavanda ainda ajuda na cicatrização de feridas e queimaduras.
  • Ainda, é o óleo essencial associado ao relaxamento. Uma maneira de usá-lo para essa finalidade é aplicando uma gota no travesseiro antes de dormir.

Melhores opções de óleo de lavanda: nossas recomendações

É preciso cuidado para não confundir óleo essencial com essência. Para você não fazer a compra errada, selecionamos as melhores opções de óleo de lavanda:

Guia de compra: tudo o que você precisa saber sobre o óleo de lavanda

Quer aprender a usar o óleo de lavanda e contar com todos os benefícios dessa planta de aroma leve e delicioso? Fique conosco até o fim que vamos explicar suas vantagens e também como usar esse óleo essencial.

Mulher em campo de lavandas segurando um buquê

A lavanda é uma planta que serve para diversas finalidades. Fonte: Teo Sticea / Unsplash.com

Quais as diferenças entre a essência e o óleo de lavanda?

Quando a pessoa está começando no universo de óleos essenciais, é preciso tomar cuidado para não confundi-los com essência, tendo em vista que as propriedades são completamente diferentes.

Em resumo, o óleo essencial é puro, extraído da planta e totalmente natural. Ele tem uma finalidade terapêutica e sua área de aplicação é a aromaterapia.

Já a essência é uma espécie de perfume. A única finalidade é dar o aroma da planta aos produtos. Não possui propriedades medicinais e seus componentes podem variar bastante.

Para não se deixar enganar, preste atenção na descrição. O óleo essencial precisa ser 100% natural. Outro ponto de diferenciação é o preço, a essência é muito mais barata.

Quais os benefícios do óleo de lavanda?

O óleo de lavanda é um dos mais versáteis e seus benefícios são muitos. Uma das vantagens mais conhecidas é sua atuação relaxante, auxiliando no sono. Ele atua tanto no bem-estar emocional, através da aromaterapia, quanto na saúde física, sendo usada de forma medicinal. Veja os principais benefícios:

  1. Reduz o estresse e a ansiedade;
  2. Ajuda a diminuir a insônia;
  3. Promove relaxamento no ambiente;
  4. Combate problemas respiratórios;
  5. Trata infecções na pele;
  6. Auxilia na cicatrização de feridas;
  7. Ameniza queimaduras leves;
  8. Diminui problemas com acne;
  9. Atua no crescimento dos fios e evita queda;
  10. Impede a caspa e coceira no couro cabeludo.

A lavanda auxilia no combate à insônia

A lavanda auxilia no combate à insônia. Fonte: Ketut Subiyanto/ Pexels.com

Como usar o óleo de lavanda para dormir melhor?

Como vimos, o óleo essencial pode ser usado para auxiliar no sono. Esse é um dos seus principais usos: promover o relaxamento. Muitas pessoas que sofrem com estresse, ansiedade e insônia buscam na aromaterapia uma forma de combater esses problemas.

Existem diferentes formas simples que qualquer pessoa pode colocar em prática para fazer uso do óleo essencial para essa finalidade:

  • Difusor: Uma das maneiras mais comuns é pingar algumas gotinhas no difusor de ambiente. Existem diferentes tipos de difusor e alguns deles até emitem luzes, sons e umidificam o cômodo. Em alguns casos, como o difusor de cerâmica de encaixe na tomada, é necessário dissolver o óleo de lavanda em alguns óleo vegetal, como o de amêndoas. Já no umidificador, o óleo essencial é misturado com água. Basta ligar o aparelho no quarto alguns minutos antes de deitar.
  • Banho: Outra dica interessante é tomar um banho relaxante antes de dormir. Para usar o óleo de lavanda nesse momento, pingue cerca de 10 gotas no chão do box. Quando a água quente cair sobre o óleo essencial, o aroma será espalhado pelo ambiente, sendo inalado durante o banho.
  • Travesseiro: Por fim, pingue uma ou duas gotinhas no seu travesseiro. Essa é uma maneira de aproveitar os benefícios do óleo de lavanda durante toda a noite.
Você sabia que os óleos essenciais podem ser usados nos alimentos? Porém, nem todos eles são liberados para consumo. No Brasil, é a Anvisa que autoriza a ingestão de óleos essenciais e a lavanda não está na lista.

Pode usar óleo de lavanda no bebê?

Sim. O óleo de lavanda é o mais indicado para os bebês. Mas para isso é preciso usá-lo de forma segura.

É preciso diluir uma única gota do óleo de lavanda em 10 ml de óleo vegetal.

Nunca aplique diretamente na pele do bebê, é preciso diluir uma única gota do óleo de lavanda em 10 ml de óleo vegetal, como o de uva. Essa é a mistura perfeita para massagear os pezinhos do bebê. Ela também pode ser aplicada sobre picadinhas de insetos.

A utilização no difusor de ambientes também pode ser feita no quartinho da criança. Coloque seis gotas do óleo essencial e deixe agir no local.

A lavanda ajuda o bebê a dormir melhor e ainda pode aliviar cólicas.

Critérios de compra: O que levar em conta ao comparar diferentes ofertas de óleo de lavanda

Está com vontade de experimentar todos os benefícios da lavanda? Temos algumas dicas finais para garantir que você compre o óleo essencial correto. Confira:

Espécie

Não se deixe enganar. Existem aproximadamente 40 espécies na família da lavanda. Obviamente, nem todas são boas para extração de óleo essencial.

A melhor e mais utilizada para essa finalidade é a lavandula angustifolia.

Porém, a lavandula hybrida, chamada de lavandin, também pode ser usada para extração de óleo essencial. Essa diferença de espécie também pode alterar seu preço, tendo em vista que algumas precisam de mais flores para a mesma quantidade de extração.

Qualidade

Busque por um óleo de lavanda que seja 100% natural. Isso está relacionado com sua pureza, o que altera diretamente na sua atuação. Quanto mais puro, mais eficiente. Dê preferência para marcas que deixem bem claro a pureza do óleo de lavanda no rótulo. Duas formas de confirmar isso é a marca mostrar a espécie da lavanda e afirmar que é 100% natural.

Aprovação Anvisa

Ainda, para ter certeza de que esse óleo de lavanda é realmente seguro, confira se há aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). É ela quem confere a qualidade e segurança do produto e ainda certifica que o fabricante cumpriu todas as exigências no Brasil.

Embalagem

Por último, a embalagem também importa. Já percebeu como os frascos de óleos essenciais são, em sua maioria, feitos de vidros escuros? Isso não é à toa. Essa tonalidade protege o óleo do calor e também dos raios ultravioletas, preservando melhor suas propriedades.

Ainda observe a quantidade de óleo no frasco. É comum que sejam vendidos em porções de 10 ml, mas existem marcas que comercializam frascos um pouco maiores.

Resumo

A lavanda é uma planta muito versátil, talvez por isso ela seja a queridinha dos óleos essenciais. Além de auxiliar no bem-estar, ela também atua na pele, cabelo e cicatrização de feridas.

De qualquer forma, é preciso tomar cuidado com a utilização do óleo essencial. Por ser altamente concentrado, ele deve ser diluído em algum óleo vegetal, como o de abacate. Você já usou óleo de lavanda? Qual sua forma favorita de aplicação?

(Fonte da imagem destacada: Chelsea chapouri / Unsplash.com)

Por que você pode confiar em mim?

Resenhas