Mão massageando bebê deitado de bruços
Ultima atualização: 25 de junho de 2021

O toque da mãe é muito importante para acalmar o bebê, especialmente nas primeiras semanas de vida. A shantala é uma técnica indiana que proporciona esse estreitamento de vínculo e traz inúmeros benefícios para a criança.

Quer aprender mais sobre essa massagem? Ao longo desse guia vamos esclarecer as principais dúvidas. Siga conosco para deixar seu bebê relaxado e feliz.




Primeiro, o mais importante

  • A shantala é uma técnica de massagem indiana para bebês que relaxa a criança e estreita o vínculo entre ela e a mãe. Mais do que uma técnica, é uma transmissão de amor.
  • Essa massagem pode auxiliar no alívio das temidas cólicas, além de ajudar no processo digestivo do bebê, reduzindo desconfortos intestinais.
  • Os pais podem fazer em casa, seguindo alguns cuidados. O ideal é que a shantala faça parte do ritual noturno do bebê.

Conheça os benefícios da shantala para o seu bebê

Quando visitou a Índia nos anos 70, o médico e ginecologista francês, Dr. Frédérick Leboyer observou que as mães indianas acalmavam seu bebê com massagem. Ele divulgou essa técnica que tem se espalhado pelo mundo como um momento de carinho entre a mãe e o bebê. Continue com a gente até o fim para aprender seus benefícios e também como fazer.

Imagem mostra mão massageando perna de bebê

A shantala relaxa o bebê para o momento do sono. Fonte: Ksenia Chernaya / Pexels.com

Benefícios da shantala para o bebê

A shantala não é uma técnica que vem ganhando cada vez mais adeptos à toa. Ela oferece muitos benefícios para os bebês. Por esse motivo, o médico francês, Dr. Frédérick Leboyer, divulgou a massagem após constatar que as mães indianas usavam essa técnica mesmo nas ruas, como um hábito de carinho.

Além de tranquilizar a criança, trazendo mais bem-estar, é uma oportunidade de estreitar os laços e fortalecer o vínculo entre a mãe, ou o pai, e o bebê. O toque é fundamental nos primeiros meses de vida, e a massagem é uma ótima forma de os pais terem esse momento de atenção plena na criança.

Vantagens
  • Fortalece o vínculo entre a mãe e o bebê
  • Relaxa o bebê, reduzindo o estresse e preparando para o sono
  • Traz mais consciência corporal para o bebê
  • Alivia a cólica e outros desconfortos, como gases
  • Melhora o sistema digestivo e imunológico
  • Potencializa o sistema respiratório
  • Ativa a circulação sanguínea, favorecendo o bom funcionamento dos órgãos
Desvantagens
  • Alguns bebês choram

Como preparar o ambiente para a shantala?

Para aplicar a técnica, um ambiente bem preparado é importante para o sucesso da massagem. Especialmente nas primeiras semanas de vida, o bebê é sensível a baixas temperaturas, portanto o quarto deve estar previamente aquecido para que o recém-nascido não sinta frio durante a massagem.

Estenda um pano de toque macio sobre o local onde o bebê será posicionado. Se a técnica for depois do banho, não deixe o bebê sobre a toalha úmida.

Baixe as luzes do quarto, deixando o ambiente mais escuro, já induzindo a criança para o relaxamento do sono. Você pode usar um abajur para ter claridade suficiente sem precisar da luz central acesa.

Outra forma de deixar o ambiente aconchegante é contar com a ajuda sonora relaxante. Experimente usar o som de ruído branco para os primeiros meses, e conforme seu bebê cresce você vai escolhendo outras músicas instrumentais relaxantes.

Por fim, o óleo essencial de lavanda também pode ajudar a criar um ambiente mais relaxante. Ele pode ser usado no difusor em pequena concentração, já que o sistema respiratório dos bebês ainda é bem sensível. Em caso de dúvida, peça a opinião do seu pediatra.

Mãe massageando pé de recém-nascido

O ambiente preparado pode ajudar o bebê a relaxar, aceitando melhor a massagem. (Fonte: nightunter / 123rf.com)

Quais os cuidados necessários para fazer a shantala?

Além de cuidar do ambiente, outros pontos merecem atenção para realizar a técnica. A mãe ou o pai devem aparar bem as unhas e retirar qualquer objeto que possa machucar o bebê, como anéis, pulseiras ou relógios.

A massagem não deve ser feita quando a criança apresentar febre, gripe, diarreia ou tiver tomado alguma vacina.

Aqueça suas mãos antes de tocar na criança, o toque de mão fria pode fazer o bebê chorar, estragando todo o momento. Para que ela deslize com facilidade, use um óleo corporal indicado para o bebê, pode ser um óleo natural também, como de amêndoas, coco ou semente de uva.

Sempre toque na pele de forma delicada, suave e a massagem deve ser acompanhada de fala afetiva. Ou seja, aproveite para conversar com seu bebê.

Como a shantala estimula a circulação sanguínea e o sistema digestivo, a massagem não deve ser feita quando a criança apresentar febre, gripe, diarreia ou tiver tomado alguma vacina. Por fim, é importante respeitar o bebê. Se ele apresentar desconforto ou irritação durante a técnica ou em alguma região do corpo, não insista.

Como fazer a shantala em cada parte do corpo

A shantala dura entre 20 minutos e 30 minutos. A técnica passa por diferentes partes do corpo, inclusive na face, onde o movimento é repetido algumas vezes. Não existem regras rígidas, você pode ir conduzindo a massagem como seu bebê se sentir confortável.

Para ficar bem fácil de reproduzir na sua casa, selecionamos um vídeo do canal Pais&Filhos que mostra a massagem em diferentes parte do corpo em um bebê de seis meses.

Resumo

A shantala é uma técnica de massagem que relaxa o bebê, sendo ótima para o ritual do sono. Ela também alivia as cólicas e estreita o vínculo entre a criança e a mãe. É preciso tomar alguns cuidados para realizar a técnica, mas os próprios pais podem fazer de casa.

Esperamos ter contribuído para você aprender mais sobre a shantala, assim tem mais uma forma de oferecer carinho, cuidado e amor ao seu bebê.

(Fonte da imagem destacada: Khoa Pham / Unsplash.com)

Por que você pode confiar em mim?

Resenhas