Bebê deitado de bruços em tapete de atividades
Ultima atualização: 29 de junho de 2021

Como escolhemos

13Produtos analisados

16Horas investidas

4Estudos avaliados

53Comentários coletados

Sabia que um dos melhores lugares para o bebê se desenvolver é no chão? Embora alguns pais tenham receio de deixar o filho ali, mesmo recém-nascido pode usar um tapete de atividades por alguns minutos no dia.

Fizemos esse guia para te ajudar a escolher o melhor tapetinho para seu bebê, e claro, como usá-lo. Vamos juntas?!




Primeiro, o mais importante

  • O tapete de atividades é uma forma segura de colocar o bebê no chão, protegendo-o de quedas e do piso frio. Ele é colorido e possui diversos brinquedos para estimular o desenvolvimento motor e cognitivo da criança.
  • Existem diferentes tipos de tapete de atividades. É preciso prestar atenção nos detalhes como isolamento térmico, estímulo oferecido pelos brinquedos, entre outros pontos que vamos abordar nos Critérios de Compra.
  • Esse tapetinho é indicado para bebês desde o primeiro mês de vida, e ele será bem útil até que o bebê aprenda a engatinhar.

Melhores tapetes de atividade: nossas recomendações

Existe tapete sem brinquedo, outros com pianos sonoros ou ainda diversos adereços para estimular o bebê. Selecionamos as opções com as melhores avaliações para você comparar. Veja:

Guia de compra: tudo o que você precisa saber sobre tapete de atividades

Com todos os devidos cuidados, o chão é o melhor lugar para o bebê se desenvolver e conquistar autonomia. Para isso, o tapete de atividades é bem útil no primeiro ano de vida da criança, fase em que ela adquire habilidades que vai levar para toda a vida.

Ao longo desse guia vamos abordar os diferentes tipos de tapete, os benefícios de deixar seu bebê no chão e quais os cuidados que você deve tomar. Siga conosco até o fim!

Mãe brincando com bebê em seu tapete de atividades

O tapete de atividades fortalece vínculo entre mãe e bebê através da brincadeira (Fonte: Freepik / Freepik.com)

Por que é importante colocar o bebê no chão?

No primeiro ano de vida o bebê passa por muitas conquistas. É uma verdadeira maratona no desenvolvimento motor e intelectual. O chão estimula a curiosidade. Por consequência, a curiosidade leva ao movimento. É ali que o bebê pode se desenvolver da forma mais segura.

É através da liberdade que a criança se movimenta. Portanto, no chão, ele atinge todos os marcos do primeiro ano de vida por conta própria. É brincando em um local seguro que o bebê aprende cada habilidade, como rolar, sentar, engatinhar, ficar de pé e andar.

Você sabia?

Tummy time é o nome do exercício de deixar o bebê de bruços. Ele pode ser colocado nessa posição desde recém-nascido. O bebê precisa estar descansado e não pode estar de barriguinha cheia. No primeiro mês deve ser por poucos minutos por dia, umas três vezes.

Conforme o bebê cresce, aumente o tempo do tummy time. E claro, o exercício deve ser feito sempre com a supervisão de um adulto.

Quais os benefícios de ter um tapete de atividades?

Considerando a importância de deixar os bebês no chão, o tapete de atividades apresenta diversas vantagens. Eles são seguros e oferecem o conforto necessário para o bebê, alguns são até almofadados. Muitos modelos são térmicos, protegendo a criança do frio.

Bebê brincando de barriga para cima no tapete de atividades

O tapete de atividades oferecem um ambiente seguro para o estímulo das habilidades no primeiro ano de vida (Fonte: Tatyana Tomsickova / 123rf.com)

O tapete é geralmente bem colorido, atraindo a curiosidade dos pequenos e estimulando o desenvolvimento visual. Os brinquedos sensoriais são planejados para auxiliar a criança a alcançar os marcos. Ela precisa se arrastar, rolar e fazer outros movimentos musculares para alcançar os objetos pendurados. Alguns modelos emitem som e auxiliam no desenvolvimento auditivo.

O uso do tapete, através da brincadeira, é mais um momento para o bebê e o cuidador fortalecerem vínculos.

Por fim, eles são facilmente desmontáveis ou dobráveis, podendo ser transportados com facilidade. Isso permite que os pais possam levar o tapete para diferentes cômodos e lugares, podendo conciliar pequenas tarefas e mesmo assim ficar de olho no bebê.

Vantagens
  • Favorece desenvolvimento motor e cognitivo
  • Cria uma ambiente seguro para o bebê alcançar os marcos
  • Fortalece vínculo entre cuidador e bebê
  • São facilmente transportáveis
  • Protegem o bebê o frio
  • Pais podem fazer pequenas tarefas e supervisionar o bebê
Desvantagens
  • Alguns modelos podem ser bem caros

Quais os diferentes tipos de tapete de atividade?

Basicamente, os modelos de tapete de atividades para bebês são divididos em dois tipos: tapete simples e ginásio. Basicamente a diferença está na quantidade de recursos que oferecem. Compare na tabela abaixo:

Tapete Ginásio
Característica Geralmente é retangular, mais simples e sem brinquedos acoplados. Ele apenas forma uma camada protetora entre o bebê e o chão. É colorido e pode ter diferentes desenhos para estimular o bebê Modelo menor e com hastes onde os brinquedos são acoplados. Oferece mais recursos sensoriais
Idade indicativa A partir do nascimento e sem limite de idade Apenas para o primeiro ano de vida. Quando o bebê aprende a andar, o tapete ginásio deixa de ser interessante
Vantagem Por ser maior e não ter hastes, é muito útil para crianças maiores. Alguns até imitam pistinhas para estimular a criatividade. Outro ponto positivo é a flexibilidade de brincadeiras, mesmo com os bebês, os pais podem variar os estímulos ao redor da criança. Ele ainda pode ser usado como proteção para brincar no jardim, por exemplo Os brinquedos sensoriais são o grande diferencial, estimulando a visão, audição, tato e sendo motivador no desenvolvimento das habilidades

Quais os cuidados necessários para colocar o bebê no tapete de atividades?

A primeira coisa que os pais devem ter em mente é que o bebê nunca deve ser deixado sozinho. Embora o tapete de atividades seja seguro, é preciso supervisão de um adulto.

Outro ponto importante é que o ambiente precisa ser preparado para o bebê poder se desenvolver em segurança, especialmente quando ele já engatinha e sai da extensão do tapete. Algumas dicas são:

Também é importante prestar atenção às condições e necessidades do bebê em cada etapa do desenvolvimento.

Etapas do desenvolvimento

  1. Entre um e dois meses: Bebê aprende a sustentar o pescoço;
  2. Três meses: Já leve mordedores à boca, segue os movimento visuais e é capaz de levantar os ombros se apoiando no antebraço;
  3. Entre quatro e cinco meses: Já consegue erguer as costas e sustentar o pescoço por vários segundos nessa posição. Levanta bem o corpo quando de bruços e já começa a rolar;
  4. Seis meses: Pode sentar com apoio, tenta segurar os pézinhos e, em alguns casos, já se arrasta quando de bruços;
  5. Entre seis e 10 meses: Nessa fase o bebê já senta sem apoio e começa a engatinhar. Ele também deve ser estimulado a bater palminhas e dar tchau;
  6. Dos 10 aos 12 meses: Por fim, depois dos 10 meses eles geralmente conseguem ficar de pé com facilidade e alguns já conseguem dar seus primeiros passos antes dos 12 meses.

Critérios de compra: O que levar em conta ao comparar diferentes tipos de tapete de atividades

Como você viu, existem muitos benefícios de investir em um tapete de atividades para o seu bebê. Depois de definir o tipo de tapetinho que você deseja - como vimos acima -, ainda existem outros critérios importantes.

Para que você saiba escolher o modelo certo levando diversos pontos em consideração, trouxemos dicas finais para você saber comparar as diferentes ofertas:

Material

Independente do tipo de tapete, ambos podem ter materiais variados, tanto de preenchimento quanto externamente. Prefira um modelo que seja térmico e isole o frio do piso. Mesmo que o tapete de atividades seja revestido de tecido, certifique-se de que ele tem essas camadas isolantes em seu interior.

Outro ponto na questão do material é o conforto do tapetinho, alguns são levemente acolchoados, oferecendo mais maciez sem prejudicar a firmeza necessária do solo para melhor desenvolvimento das habilidades.

Tamanho e espessura

Existem tapetes de diferentes formatos e medidas. Eles variam entre retangular, redondo ou quadrado. Podem ser bem pequenos ou ter cerca de 1,5 metro de comprimento.

É importante você refletir onde o tapete ficará com mais frequência, assim vai acertar na compra do tamanho e formato ideal. O bom uso dele vai evitar que o utensílio fique atrapalhando.

Bebê comendo em uma cadeirinha de alimentação

As cadeiras acolchoadas oferecem mais conforto (Fonte: Troy T / Unsplash.com)

Facilidade de limpeza

Quem é mãe sabe que quando se trata de bebês há muita imprevisibilidade. Eles podem regurgitar, vomitar ou mesmo acontecer de vazar xixi ou cocô no tapetinho. Priorize um modelo que seja de fácil limpeza.

Em alguns casos você higieniza com um pano umedecido de álcool, já os de tecido é preciso lavar na máquina ou no tanque.

Transportabilidade

Por fim, alguns tapetes no estilo ginásio são mais fáceis de desmontar e transportar. Alguns modelos de tapete simples possuem vincos para que seja facilmente dobrado sempre na mesma medida, facilitando o transporte. Por outro lado, existem modelos que são difíceis de manusear.

Se você precisar mover o utensílio com frequência, considere a transportabilidade como uma de suas prioridades.

Resumo

O tapete de atividades é um grande aliado para o desenvolvimento motor e cognitivo do seu bebê. Ele proporciona autonomia para a criança e pode ser usado desde o primeiro mês de vida. O chão é um local seguro, desde que os pais tomem os cuidados necessários mencionados nesse guia.

Se esse artigo te ajudou, compartilhe com outros pais para que eles possam oferecer os benefícios do tapete de atividades para seu bebê.

(Fonte da imagem destacada: Julia Keller / 123rf.com)

Por que você pode confiar em mim?

Resenhas