Imagem de palma de mão segurando comprimidos e cápsulas
Ultima atualização: 1 de junho de 2021

Como escolhemos

11Produtos analisados

29Horas investidas

5Estudos avaliados

85Comentários coletados

Depois do parto a boa nutrição da mãe é essencial, tanto para ela quanto para a qualidade do leite materno oferecido ao recém-nascido. Além de ter uma dieta bem equilibrada, em alguns casos é necessária a suplementação. Fique conosco para aprender tudo sobre vitamina pós-parto.

Aqui você vai aprender quais vitaminas podem ser interessantes nesse período de tantas mudanças hormonais. Vem com a gente!




Primeiro, o mais importante

  • Manter a boa nutrição no pós-parto, com ingestão de vitaminas e sais minerais é fundamental para a saúde da mãe e do recém-nascido, que recebe esses benefícios através do leite materno.
  • Não existe um guia padrão de quais vitaminas a mulher deveria tomar no pós-parto, como no pré-natal. Entretanto, a mulher pode continuar com as vitaminas do terceiro trimestre e turbinar com outros nutrientes, como vitamina D.
  • Como no pós-parto envolve também a amamentação, o mais indicado é que o obstetra prescreva vitaminas para a puérpera.

Melhores vitaminas pós-parto: nossas recomendações

De forma geral, os polivitamínicos indicados para gestantes funcionam bem para a mulher que já ganhou seu bebê. Selecionamos algumas opções abaixo, mas vale ressaltar que seu médico pode indicar alguma vitamina em maior quantidade, consulte ele antes da sua escolha:

Guia de compra: tudo o que você precisa saber sobre vitamina pós-parto

Há muita informação sobre a ingestão de vitaminas durante a gestação, porém, quando a mulher ganha seu bebê, ela fica um pouco perdida. Afinal, ser mãe de primeira viagem é mesmo um desafio. É normal se questionar "O que devo tomar?" ou "Quais as vitaminas indicadas para esse período?".

Para te ajudar, buscamos as melhores informações. Queremos dividir com você e acabar de vez com suas dúvidas.

Mãe sorrindo para recém-nascido em maca do hospital no pós-parto

A vitamina pós-parto deve ser prescrita pelo médico que acompanhou a gestação. (Fonte: Gabriel Tovar / Unsplash.com)

Quais as melhores opções de vitamina pós-parto?

Não há uma cartilha padronizada sobre a ingestão de vitamina no pós-parto assim como existe para o pré-natal. De modo geral, as vitaminas recomendadas para o período da gestação podem continuar sendo ingeridas sem problemas.

Porém, o ginecologista que acompanha a gestação da mulher ou um nutricionista é quem deve prescrever a melhor vitamina de forma individual, levando em consideração a alimentação da mãe.

De qualquer modo, existem nutrientes importantes para toda mulher nesse período depois do nascimento do bebê, tanto para a saúde da mãe quanto para a qualidade do leite materno oferecido ao recém-nascido. Conheça elas e seus benefícios:

  • Vitamina D: Fundamental para a mãe e o bebê, a vitamina D é inclusive suplementada nos bebês em aleitamento materno exclusivo. Ela é responsável pela manutenção da massa óssea. Ainda, está sendo estudada sua influência no sistema imunológico.
  • Ômega 3: Esse é um dos nutrientes mais indicados na fase da amamentação. O ômega 3 possui o DHA, que é essencial para o desenvolvimento cognitivo do bebê. Para a mãe, o nutricosmético reduz as chances de desenvolver depressão pós-parto.
  • Ferro: O maior benefício desse nutriente é a prevenção da anemia para ambos. O bebê também faz uso de suplemento de ferro nos dois primeiros anos de vida. A mulher também deve tomar no pós-parto.
  • Ácido fólico: Vitamina fundamental no pré-natal, também indicada para o pós-parto. O ácido fólico ajuda na produção de glóbulos vermelhos e também previne problemas no coração. Ainda, há uma associação desse ácido com o aumento de leite materno.
  • Cálcio: Todo mundo sabe que o cálcio fortalece os ossos e dentes. Ainda, esse nutriente é fundamental para o organismo por participar da coagulação sanguínea e manter o equilíbrio do pH do sangue.
Você sabia que o leite materno possui 50% das vitaminas ingeridas pela mãe através dos alimentos em sua composição? Por isso, a boa nutrição da mulher é fundamental para melhorar ainda mais a qualidade do leite.

Onde encontrar esses nutrientes essenciais nos alimentos?

Suplementar essas vitaminas mencionadas é uma excelente forma de garantir a ingestão em doses adequadas para mãe e o bebê. Portanto, os suplementos não substituem a importância de uma dieta rica nesses nutrientes.

Saiba em quais alimentos encontrar essas vitaminas.

Vitamina Alimentos
Vitamina D Óleo de fígado de bacalhau, óleo de salmão, leite fortificado, gema do ovo cozido e atum
Ômega 3 Sardinha, salmão, atum, sementes de chia e sementes de linhaça
Ferro Carne vermelha, ovo, leguminosas, oleaginosas e vegetais verde escuro
Ácido fólico Lentilhas, quiabo cozido, feijão preto, espinafre cozido e amendoim
Cálcio Iogurte, leite, queijo, sardinha e ostras

Qual vitamina pós-parto ajuda na produção de leite?

A maioria das mulheres desejam amamentar. Por isso, muitas delas se preocupam com a ingestão das vitaminas adequadas nessa fase. Não somente pela qualidade do leite que oferecem, mas especialmente para aumentar sua produção.

Antes de falarmos dos nutrientes que estimulam a produção do leite materno, saiba que a melhor maneira de aumentar a oferta é bebendo bastante água e oferecendo o peito em livre demanda.

A suplementação chave nesse caso é a semente de feno-grego, também conhecido pelo seu nome inglês, fenugreek. Ela é usada desde a antiguidade e estudos vêm buscando entender porque a erva aumenta a produção de leite. Acredita-se que “por estimular a produção de suor, uma vez que a mama é uma glândula sudorípara modificada” (1).

As mulheres também podem contar com a ajuda das vitaminas presentes nesses alimentos:

  • Erva-doce
  • Alho
  • Gergelim preto
  • Manjericão
  • Aveia
  • Manteiga
  • Arroz integral
  • Iogurte
  • Lentilhas.

Qual vitamina pós-parto ajuda na queda de cabelo?

Outra situação enfrentada no pós-parto é a queda do cabelo. Isso ocorre na tentativa do corpo regularizar os hormônios estrogênio e a progesterona. É bastante comum que aconteça a partir do segundo mês depois do nascimento do bebê, podendo se estender até o oitavo.

Embora seja natural, é bastante incômodo e pode deixar mulheres que já possuem problemas com os fios com a autoestima baixa. Um dos suplementos mais conhecidos com a finalidade de ajudar na queda de cabelo é o pantogar.

Embora não haja restrição em relação a amamentação, é sempre recomendável que a mulher consulte seu médico antes de iniciar qualquer tratamento nesse período.

O pantogar tem os seguintes compostos: queratina, cistina, ácido paraminobenzoico, levedura medicinal, nitrato de tiamina e pantotenato de cálcio.

Mão segurando escova de cabelo cheia de fios

Queda de cabelo afeta a maioria das mulheres no pós-parto. (Fonte:Phimchanok Srisuriyamart / 123rf.com)

Critérios de compra: O que levar em conta ao comparar diferentes tipos de vitamina pós-parto

Agora você já sabe o que consumir no seu pós-parto, de qualquer forma, é seu médico quem pode prescrever a melhor vitamina para esse momento.

Ainda assim, separamos algumas dicas para que você possa ter ainda mais argumentos para conversar com seu médico na hora de escolher.

Quantidade de cápsulas

Pergunte ao seu obstetra por quanto tempo a vitamina é recomendada, assim você pode calcular quantas cápsulas vai precisar nesse período.

Esse critério é importante para não exagerar na quantidade e acabar desperdiçando seu dinheiro, já que geralmente existem frascos com 60, 100 ou 120 cápsulas. Faça as contas e invista em um frasco com a quantidade de cápsulas mais aproximada que você irá consumir.

Nutrientes

Tendo conhecimento de todas essas informações, é hora de decidir quais vitaminas são essenciais para você, e consequentemente seu bebê através do leite materno.

Você pode optar por um polivitamínico indicado para a gestação ou suplementar vitaminas específicas que podem estar em falta na sua alimentação.

O mais indicado é consultar um nutricionista para fazer uma avaliação para o seu caso.

Mulher colocando cápsula na boca

Escolha suas vitaminas baseado nas suas deficiências alimentares. (Fonte: Elsa Olofsson / Unsplash.com)

Alergênicos

Pessoas com histórico de alergia alimentar precisam tomar cuidado com suplementos vitamínicos. Eles podem conter derivados de soja, látex natural ou outros componentes alergênicos.

Mulheres alérgicas a frutos do mar precisam cuidar especialmente com a vitamina de ômega 3. O mesmo é recomendado para pessoas celíacas ou intolerantes à lactose. Sempre leia o rótulo atentamente.

Veganos

É bastante comum que a maioria dos suplementos vitamínicos possuam algum componente de origem animal. Se você segue a filosofia ou dieta vegana, procure por suplementos que sejam 100% de origem vegetal.

Resumo

A vitamina pós-parto pode ser a mesma usada durante o pré-natal. De qualquer forma, existem nutrientes que podem ajudar mãe e recém-nascido nessa fase, tendo em vista que o bebê se beneficia da vitamina pelo leite materno.

A vitamina não substitui uma boa dieta. Converse com seu médico para fazer a melhor escolha considerando sua alimentação. Esperamos ter te ajudado nessa missão.

(Fonte da imagem destacada: Kayla Maurais / Unsplash.com)

Referências (1)

1. Uso de galactogogos no manejo da amamentação: revisão integrativa da literatura. Publicado em 2015 pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro na Revista de Pesquisa Cuidado é Fundamental Online
Fonte

Por que você pode confiar em mim?

Artigo
Uso de galactogogos no manejo da amamentação: revisão integrativa da literatura. Publicado em 2015 pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro na Revista de Pesquisa Cuidado é Fundamental Online
Ir para a fonte
Resenhas